quinta-feira, 15 de março de 2012

Amor aos pedaços

Blogagem Coletiva da Rosélia

BC Amor Aos Pedaços (15 de Março 2012)


Meu primeiro amor eterno

Lá pelos anos oitenta, aproximadamente em 1980 mesmo, consegui meu primeiro emprego, que era ótimo, quer dizer, o lugar era ótimo. E o que eu fazia tinha muito contato com pessoas. Para uma iniciante, tive sorte. Tive mais sorte ainda quando conheci todo o pessoal do lugar, e cheguei ao andar de cima, onde tinham as salas separadas com administradores, advogados.... advogado.

Foi quando vi o meu grande amor eterno, sentado lá numa salinha minúscula, todo compenetrado nas papeladas. Lindo, barbudo, de olhos claros, e tímido. De minha parte foi paixão à primeira vista, mas ele demorou um pouco até me perceber por ali.

Só sei que tremia quando o via passar. E todos percebiam isso e ficavam rindo ou então me dando a maior força para seguir em frente.

Até que, como quem não quer nada, dei um jeito de começar uma amizade com ele, indo entregar papéis em sua sala, puxando assunto. 

Por coincidência, ele morava bem próximo à minha casa o que fez com que fôssemos embora juntos praticamente todos os dias.

Minha cabeça adolescente, de quinze anos, flutuava quando estava perto dele. Era estudante de direito, e já trabalhava na profissão. Cada dia ficava mais e mais encantada até que começamos a sair à noite e assim, um namoro. Mas não duraria muito, porque ele era de outra cidade, e nesta havia uma noiva lhe esperando. Seria um casamento combinado, por interesse político. Mas eu nem me incomodava, de tão apaixonada que estava. E ele, todo gentil, educado, respeitador, um cavalheiro. Isso me encantava cada vez mais.

O tempo passou, ainda saíamos, mas sabendo que não passaria daquilo. Um dia, não sei o que me deu, que terminei tudo, de uma vez. Acho que estava cansada de ficar esperando alguma atitude que ele nunca teria. Comecei a namorar outra pessoa, que depois de alguns anos, se tornaria meu marido, que agora é ex-marido. Complicado?

Mas esse advogado, que foi meu amor eterno, nunca me saiu dos pensamentos e nunca deixou de frequentar meu coração. Não entendo porque eu o deixei, mesmo estando apaixonada. Acho que foi a melhor opção, porque logo que se formou, se casou com a noiva prometida.

Mesmo passando trinta anos, confesso que ainda o considero meu amor eterno. Pior, eu soube que ele está separado da esposa prometida. Gelei, sonhei, surtei, mas fiquei na minha. Nesses trintas anos o vi algumas poucas vezes, e ainda assim, quase não conseguia andar, de tanto que minhas pernas tremiam e meu coração quase querendo sair pela boca.

Não acredito em coincidências, acho que tudo tem um propósito. Mas resolvi não procurá-lo, nem forçar um encontro "casual" em algum lugar. Prefiro deixar como está, ele sendo meu amor eterno, à distância. Tenho medo que algo estrague esse sentimento que cultivei, mas que não sofri, durante todo esse tempo. É praticamente um conto de princesa, que não fica com o príncipe. Eu não sei como ele é agora, e prefiro idealizá-lo como eu o conheci há trinta anos. 

E se ele mudou? E se ele me ignorar? E se ele não quiser nem conversar comigo? E se ele já tiver outra pessoa? E se a ex-esposa for uma cobra criada? E se ele ficar comigo e brincar com meus sentimentos? E se esse amor lindo que eu sempre carreguei evaporar pelos meus poros e sumir?

Penso tudo isso, e prefiro sim, deixar tudo como está. Não vou provocar nada e nem forçar nada. Se tiver que ser assim, se tiver escrito em algum lugar que eu me encontre com ele, algum dia por aí, que assim seja!
Na verdade tenho medo, muito medo...

35 comentários:

  1. oi flor....
    são estes "amores" que não acontecessem e que as vezes são tão "idealizados" que enfeitam a vida, não é?
    Vamos tocando em frente, conservamos a saudade das boas lembranças.
    beijiinhooooooooooooooooo

    ResponderExcluir
  2. Olá, querida amiga Clara

    "Somente quem ama e se permite amar
    é que detém o tesouro do
    verdadeiro
    AMOR!
    (Kiro)

    Mais uma emoção rola no ar... que maravilha poder contar com tanta gente impregnada de amor!!!
    Encantada por assim dizer... Enamorada pela vida...
    Amando o amor...
    E pelo Amor sendo amada...

    Nossa!!! Vivemos algo parecido de adolescente... só que eu me desencantei 20 anos após... foi ótimo esse resolver do platônico para mim pois a vida me permitiu amar de verdade...
    Gostei de encontrar alguém que não tem medo de falar o que sente o coração apesar de achar que tem... como eu...

    "Orvalhou o próprio Céu ante a face do Senhor"...
    Bjm encantando e que tudo se conserve puro dentro do seu coração... pois embeleza a vida.

    ResponderExcluir
  3. E se ele mudou? Mudou sim!!!

    E se ele me ignorar? Ele vai te ignorar sim!!!

    E se ele não quiser nem conversar comigo? Ele não vai querer conversar com vc sim!!!

    E se ele já tiver outra pessoa? Ele já tem outra sim!!!

    E se a ex-esposa for uma cobra criada? A ex-esposa é uma cobra criada sim!!!

    E se ele ficar comigo e brincar com meus sentimentos? Ele vai brincar com seus sentimento sim!!!

    E se esse amor lindo que eu sempre carreguei evaporar pelos meus poros e sumir? Esse amor lindo vai evaporar sim!!!

    Mas isso tudo Claritcha, você só vai saber se você se encontrar com ele.....caso contrário suas respostas serão sempre pessimistas.

    Pode acreditar!!!

    Beijuxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx...

    KK

    ResponderExcluir
  4. é isso ai, simplesmente clara, exposta em palavras, em poesias. obrigado por compartilhar você conosco. abraços lamarque

    ResponderExcluir
  5. Forte esse seu amor...Viva e deixe acontecer, também não se esconda desse amor...Aliás, tente se encontrar novamente para viver esse amor tão lindo!
    Beijos
    Adriana

    ResponderExcluir
  6. Não tenha medo não,garota! o amor não é temeroso,lembre-se disto.
    Linda demais a sua história.
    Deus a abençoe colocando um anjinho no teu caminho a fim de promover este reencontro,se for para a felicidade de vocês,é claro!
    APENAS AME!!
    beijinhos de luz...

    ResponderExcluir
  7. Clara, acho que teria medo também. São muitas perguntas e muitas respostas óbvias, a maioria dos descrentes do amor.
    Provavelmente, se ele tivesse algum interesse, também teria lhe procurado. Mas pode ser que nunca tenha sabido seu paradeiro. Não disse que ele era um rapaz tímido? Pode ser um homem tímido...
    Não sei se a gente tem que dar uma mãozinha no destino, ou as coisas são como são...
    Pode ser, também, e o mais certo, já que não foi ao encontro dele, que lá no fundo você saiba que foi um amor de adolescente apenas. Ficou guardado em seu coração simplesmente porque você o idealizou.
    Se você tem certeza de que é amor e quer correr riscos, vá à luta. Pode ser que com ele esteja todo o encantamento de sua vida.
    Beijo!

    ResponderExcluir
  8. Oi, Clara!

    Histórias de amor são sempre tão instigantes, tão encantadoras.
    Penso que todas nós guardamos no peito um amor eterno, aquele que nos encantou, que fez aflorar o melhor de nós. Bela história!

    Beijos e encantos
    Socorro Melo

    ResponderExcluir
  9. Clara,uma linda história de amor!Na verdade,uma paixão que não acabou,mas eu faria o mesmo que vc: deixa a vida me levar!...rss..o que tiver que ser,será!Muito linda participação!bjs,

    ResponderExcluir
  10. linda história Clara, mas voc^tem que por às claras, porque todo começo tem um fim e a sua não teve um fim. Você ainda pensa nele. precisa de consumação sim! Vá! Beijão!

    ResponderExcluir
  11. Clarinha, que história!
    Acho que não era pra ser e você bem faz em cultivar esse amor de longe, pois esse encantamento, pessoalmente pode passar.
    Xeros

    ResponderExcluir
  12. Olá! Também participo desta blogagem coletiva. Já dizia Nando Reis: O amor é o calor que aquece a alma.
    Não tenha medo. Certas coisas não acontecem por um algum motivo ou simplesmente porque não era o momento.
    Big Beijos

    ResponderExcluir
  13. Clara eu penso que minha franqueza pode magoar você, mas se você idealiza esse amor inesquecível , que ainda faz você tremer, procure realizá-lo. Não deixe o tempo passar.
    Só esteja preparada para o inesperado. Pode ser bom, pode não ser!
    Só saberá responder suas dúvidas e perguntas, procurando o amor que ainda sente por ele.
    bjo
    Zizi

    ResponderExcluir
  14. Oi Clara!
    Menina, que história!
    Também penso assim, se tiver de ser será, até mesmo porque você congelou no tempo este amor e tudo mudou. Lindo depoimento, verdadeiro!
    Tudo tem seu tempo!
    Beijinhos e tudo de bom!

    ResponderExcluir
  15. Arrisque-se.. Permita-se Clara..
    O dia é hoje... a hora é agora..
    O presente é o melhor momento.
    ;)

    ResponderExcluir
  16. Olha só para esses casos mal terminados tem solução , vai no programa do GUGU no de VOLTA AO PASSADO paga um micão e quem sabe né o advogado não te quer de volta , o minimo que ele pode fazer é te processar pelo mico , kakakaka.....
    Bx.

    ResponderExcluir
  17. Eu agradeço a todos que comentaram... simplesmente adorei tudo!

    Me deu até vontade de voltar no tempo, ou então fazer o tempo voltar até mim....

    E o anônimo Bx.... bem, será que o Gugu consegue isso pra mim? É uma ideia... kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk adorei!!!!

    Beijos a todos!!!

    ResponderExcluir
  18. Brilhante a sua participação! E seu blog é muito bom! Estou encantada! Bjks Tetê - Avaliando a Vida

    ResponderExcluir
  19. AH, que lindo!!

    Mas eu não iria ficar no E SE...

    Daria um jeitinho e clario, tu sabes bem como podes encontrá-lo. Deves ter nome todo, endereço, RG,tudo mais,rsrs ...

    Vai fundo ,guria! O cavalo não passa duas vezes . Vai em busca do teu grande amor.

    E SE não for mais o que pensavas, E SE não for mais o tão idealizado, azar.

    M<as pelo menos tiraste a prova e foste...

    Tô na torcida.Depois conta@!!! beijos chica

    ResponderExcluir
  20. Oi Clara!
    Eu, como vc acredito q se tiver q ser, será. Mas...uma forcinha não custa né?
    bjo

    ResponderExcluir
  21. Creio que teria medo de quebrar o encantamento, Clara.Quando vivemos um conto de fadas não imaginamos, a princípio,que possa acabar.Então, nos deixamos levar pelo sonho até quando for possível.
    Mas estes pedaços de amor permanecem guardadinhos no melhor de nós, acalentando essas doces memórias.
    Que história romântica, amiga,
    Bjkas,
    Calu

    ResponderExcluir
  22. Me identifiquei com você no quesito medo, ah,esse medo que nos impede de realizar nossos desejos e ficamos sonhando, esperando que as coisas aconteçam por acaso. Hoje me pergunto por que??? medo de que??? Hoje eu sei que mudei... Tenho uma história bem parecida com a sua, mas hoje tenho certeza,(para mim) quando as coisas demoram para acontecer, não vale a pena buscar ou ficar esperando algo acontecer. O importante é que ficou uma boa lembrança. O encantamento que faz a vida girar. Bjs.

    ResponderExcluir
  23. Adoro as suas historias vividas.
    E o cara esta solteiro agora! Quem sabe é a hora. Bjos e boa sorte!
    Cam

    ResponderExcluir
  24. Clara,

    Já começo lhe parabenizando pela coragem de nos contar a sua história de encantamento.
    A minha é muito parecida com a sua, e terminou da mesma forma.

    Ontem, enquanto eu formulava a minha participação, pensei em escreve a minha história com ele, mas relutei, não tive coragem.

    Participei, tentei falar de outros amores, mas na verdade, não era bem aquilo que eu gostaria de contar.

    Estive pertinho do meu, nessa viagem que fiz ao Brasil. Mas Deus não permitiu nosso encontro.
    As fortes chuvas que caíram do Estado de MG, bloquearam as estradas e não conseguir chegar onde ele mora.

    Não tive medo, como você teve e tem, mas não foi à vontade de Deus o nosso reencontro.

    Linda participação. Beijos

    ResponderExcluir
  25. Olá Clara,
    que bom que você nos trouxe uma história que exemplifica bem o encantamento não concretizado, idealizado e que tem toda uma magia especial porque ainda se mantém na ideia, em um momento atemporal do seu coração.

    Mais ainda, amei sua abertura para nos falar de inseguranças, esperanças e desejos do coração de menina de 15 anos que ainda hoje afloram do seu interior.
    Linda demais sua participação.
    Obrigada por estar aqui conosco na coletiva, de corpo e alma.
    Beijinhos.
    Rute

    ResponderExcluir
  26. http://──██─────────────┐
    http://──▌▐─────────────┤
    http://──▀▀▀▄█▀▄────────┤
    http://─────▌▐─█────────┤
    http://──────▀▀─██─█────┤
    http://──▄▄─▄▄──▌▐─█────┤
    http://─███████──▀▀─██▀─┤
    http://─▀█████▀─────▌▐▀─┤
    http://───▀█▀───────▀▀▀─┘
    ★MaRiBeL★

    ResponderExcluir
  27. Clara...algo muito parecido tem com minha vida.Uma diferença estou casada e adoro meu marido e este amor da minha juventude também. está...aiaiaiaiaia, mas fazer o que se o encantamento fugiu, mas deixou algo pendente...
    Paz e bem

    ResponderExcluir
  28. Ontem passei na correria de querer ler todos os posts e hoje voltei, com calma. Já me increvi como sua seguidora de seu blog e, seu link me avisará dos seus posts que quero acompanhar a partir de agora! Bjks Tetê - Avaliando a Vida

    ResponderExcluir
  29. Nossa que lindo,logo eu que acredito em todas as coisas lindas do amor(boba?!talvez),adorei ler esse post que fala de um amor tão lindo,do teu carinho a distância com o amado e fico imaginando o quanto passam coisas e coisas pela sua cabeça,lembra um pouco eu em certas épocas!
    Abraço querida e um lindo final de semana,=)

    ResponderExcluir
  30. Por medo de sofrer, você escolheu o caminho da razão e fica confusa, porque o coração fica cutucando a razão.
    Acho que sou mais racional que você e penso que se o amor não deu certo uma vez, não dará certo outra vez. Você não se lembra dos motivos que terminou, mas se o reencontrar, passado um tempo juntos, se lembrará e talvez, termine com ele de novo.
    O futuro é inseguro, mas o passado está decidido e por agora, este seu amor, cumpriu a que veio. Selado e lacrado, você pode dizer que viveu um grande amor. Mas a vida também nos dá a chance de viver outros amores e Não é todo primeiro amor que vale a pena.
    O texto em destaque escrevi faz um tempinho, mas tem certos assuntos que não precisam de atualização :)
    Gostei da forma espontânea que contou sobre a sua experiência. Você entrou na faculdade com 15 anos?
    Bom fim de semana!
    Beijus,

    ResponderExcluir
  31. Que história bonita!Que é um risco é,mas só saberá tentando.Dê-se uma chance....Estou participando com dois blogs,tentando mostrar algo mais sobre a fase do encantamento comum a todas nós!!!http://zildasantiago.blogspot.com
    http://rumoslibertadores.blogspot.com

    ResponderExcluir
  32. Olá, Clara!O encantamento tem muitas facetas nesta coletiva. O seu é um encantamento eterno que ultrapassou as barreiras de uma relação. Quem de nós, não se lembra dos encantos que teve? Gostei do seu ponto de vista!
    Beijinhos

    ResponderExcluir
  33. como diz uma amiga minha: o NAO voce ja tem, entendeuw

    ResponderExcluir
  34. Clara

    Esse é o verdadeiro amor :
    sensato,paciente,sem cobrança, idealizado.
    Mas essa espera até quando?...
    Um dia esse príncipe irá acordar e só Deus sabe. Que o destino se cumpra para um final feliz.

    Linda história.
    Bjs

    ResponderExcluir
  35. Clara, vá, pergunte, quem sabe! O tempo é muito curto. Se jogue amiga. Seja feliz. Estou emocionada com a sua história, é linda! Beijos.

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!