segunda-feira, 30 de abril de 2012

O homem e o ganso

Sábado, meus filhos e eu fomos a um clube thermal: Thermas dos Laranjais, que fica na cidade de Olímpia, interior do estado de São Paulo.

É a terceira vez que vamos e confesso que não estava muito animada com o passeio. Mas fui, pois conheço quase todos da excursão, e queria ficar perto de meus filhos, num passeio.

Estava um dia não muito quente, com saídas raras de sol, um friozinho de vez em quando, muita gente, mas o local é muito bem cuidado, tudo limpo, muitos funcionários para atender todas as nossas necessidades.

Mas, como boa farofeira, estava cansada e... dormi ao sol!

Uma coisa é bronzear certinho, com tudo no lugar... Mas dormir ao sol, imaginem as marcas que ficaram no meu corpo, né? Bem, mudemos de assunto.

Dentro do clube tem um mini zoológico, que é uma delícia: e num dos viveiros, com patos exóticos (coisa mais linda de se ver), e outras aves, tinha um ganso. Que coisa mais linda! Parecia um desenho! E lá dentro um homem, que tomava conta daquele pedaço. E o homem conversava com o ganso, que não saía de perto dele, e ele chamava o ganso, o ganso chegava perto e gritava (gente, como se chama o ruído que ganso faz?), então, o homem se levantou e pegou o ganso no colo.

Ah, que coisa mais fofa! Abraçava o ganso e este quietinho no colo...

Depois o homem falou alguma coisa e saiu andando.... O ganso ficou maluco, saiu correndo atrás do homem, gritando, e o homem conversando com ele, mas continuando a andar. E saiu de dentro do viveiro; e o ganso gritando no portão, o homem contornou o viveiro e o ganso acompanhando-o do lado de dentro, e gritando.... Parecia um desesperado.... E o homem nos disse que esse é um momento difícil, tanto para ele quanto para o ganso: a hora de sair de lá, seja para beber água, ou fazer qualquer coisa. Os dois sofrem.  Que coisa mais linda!

Ficamos encantados com esta cena: o homem, o ganso e o carinho deles.

Já vi muitas histórias sobre homens e gansos. Uma amiga que mora em uma chácara, tinha um ganso também: Ditinho. Coisa mais linda também! Quando ia até lá, chegava na cerca e gritava : - Ditinho! - e ele vinha com as asas abertas e gritando, até ficar perto da cerca.

Alguns devem achar estranho essa afinidade que temos com os bichos, mas aqui já estou acostumada com isso, já que em minha casa, mais parece um mini zoológico... Até peixe tem nome! O cascudo de minha filha se chama Carlos.... Pode isso? E não é assim, só colocar nomes... Nós, como boas malucas, conversamos com todos, todos os bichos! Se eles entendem? Claro que entendem! Só não sabem responder.... (pronto! olha a maluca surtando)...

O que é o carinho, o amor na vida de nós todos, não é? Gesto tão simples, que nos cativam tanto, que precisamos tanto!

Ali, naquele momento, vi o amor transbordar entre o homem e o ganso.

Ah, infelizmente não tirei fotos. Minha máquina, que tem vida própria, não quis funcionar de jeito nenhum!


16 comentários:

  1. Clara amada, coisa mais linda esse amor! Ah se todos os homens e mulheres e crianças fossem assim! Deixo pencas de girassóis. Beijo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Celina...

      Que bom que voltou!!!
      Seus girassóis são muito importante pra mim, pra me iluminar...
      Beijos, querida!!!

      Excluir
  2. Linda observação essa.Ver carinho e atenção entre humanos e animais faz bem! beijos,lindo dia e feriadão!chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Chica...

      Feriado, mas trabalhando.... como sempre!

      Beijosss

      Excluir
  3. É muito bonito o amor entre o homem e os animais, é um amor sincero, sem interesses.
    Lindo seu texto.
    Um grande abraço!

    ResponderExcluir
  4. É sim, Dora...
    Fiquei encantada com o que vi.... uma coisa emocionante o ganso correndo atrás do homem, desesperado....

    Beijos, querida!

    ResponderExcluir
  5. Os animais tem sentimentos e reconhecem quem deles gosta.
    Muito legal esta sua postagem
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Isso é verdade, Élys, eles sabem quem gosta deles...
      Isso é incrível!

      Beijos

      Excluir
  6. Oi Clara!
    Que linda relação de afeto. Acho que nos tornamos mais humanos quando nos aproximamos assim dos animais, eles nos entendem é só dar atenção e carinho.
    Beijinhos e uma abençoada semana!

    ResponderExcluir
  7. Simplesmente...fantástico...
    Bom feriado.

    Beijo da Nita.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Um ótimo feriado pra vc, Nita!

      Beijos

      Excluir
  8. Clara,que história mais legal!Ainda essa semana meu marido e eu assistimos um filme que tinha gansos e rimos muito do jeito deles!São verdadeiros cães de guarda e muito inteligentes!Um excelente post!bjs e meu carinho!

    ResponderExcluir
  9. Adorei a foto, embora tenha entendido que nao foi voce quem tirou, deve ser de arquivo. Mas ilustrou muito bem.
    A gente esta mesmo de braços abertos para o mundo, acho que ja vestimos nosso chapeuzinho roxo amiga( conhece essa historia?). E suponho que o ganso entenda a linguagem do carinho do homem sim.
    Paseear com os filhos tem la suas exigencias ne,eta sacrificio de mae... Agora ficar toda colorida, ja é um "plus a mais" como diria aquele humorista ,o Castrinho. Nossa que coisa mais saida do baú, o Castrinho. Mas ele tb era uma graça com o Chico Anisio. Um beijo e ... ja conseguipostar alguma coisa no meu blog. Nao sei como adicionar pessoas ainda. Entendi que a Luma adicionou voce , a Pedrita e a Roseane por que deixaram comentarios la. Entao tenho as tres amigas. Se puder avise para outras pessoas que meu endereço mudou para cameliadepedra1.blogpost.com
    Nao exclui e nem bloqueei ningue, so mudei de endereço e fechei o outro blog como se fosse um armario. Agora quero chamar as pessoas para o novo endereço.

    Bjos e bom dia do trabalhador!!!

    ResponderExcluir
  10. Clara, os animais são sempre espontâneos em suas reações e não é a toa que muitos humanos preferem a companhia dos animais. Eu já presenciei um desamor em ganso e eles conseguem ser mais bravos que um cão. Na fazenda do meu tio tinha um ganso que passeava pelo pátio vigiando a casa. Qualquer pessoa estranha que chegasse, ele dava alarme. O desamor que presenciei, foi ele correndo atrás de uma pessoa para espantá-la. O que conseguiu muito bem!! Boa semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
  11. Loucos são os que acreditam que os bichos não entendem a gente. Eu e meus cachorros batemos altos papos o dia todo e nos entendemos muito bem! rs

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!