amazon

amazon
amazon - clique na imagem

domingo, 6 de setembro de 2015

Podemos Escolher


Ouvindo Padre Fábio de Melo, ele falava de Jesus e das escolhas que Ele fez sobre os doze discípulos.

Jesus vivia rodeado de pessoas, mas escolheu doze para acompanhá-lo, sem necessariamente serem os doze melhores, ou os doze bonzinhos e corretos. Nas palavras do Padre, Jesus sentiu medo de ficar sozinho e pediu que durante a noite, enquanto dormiam, um ficasse vigiando, e revezariam até o dia clarear.

Bem, tudo isso chegamos à conclusão de que podemos escolher quem queremos para conviver.

Existem pessoas agressivas, que se sentem no direito de humilhar, agredir, enfim, pessoas que não têm tolerância de convivência. Precisamos tolerar quem nos agride? Não!

Do mesmo modo que não temos o direito de agredir e querermos ser tolerados pelos outros.

O grande segredo dessa vida não é tolerar quem nos faz mal, e sim perdoar, apesar das agressões, quem nos faz mal. Não sentir ódio, raiva e nem desejar o mal da pessoa. Perdoar é um dos gestos mais difíceis que temos que ter, mas possível sim. E mesmo tendo agressores no nosso convívio, não significa que temos que aceitar e colocar nas costas todo o lixo que nos é imposto. Perdoar e ignorar. Difícil!

Não absorver o que de mau nos falam. Não pegar para si as culpas que jogam na nossa vida. Não permitir que palavras mal-ditas nos atrapalhem o dia a dia. E mesmo convivendo com as amarguras de outras pessoas mesmo sendo as que não podemos simplesmente descartar, como pais, avós, filhos, não revidar. Perdoe assim mesmo. Para outras pessoas sem nenhum vínculo, melhor é se afastar. Perdoe, o que não significa continuar convivendo com ela. Não cultive mágoa... Isso só atinge quem sente a mágoa.

Ninguém é obrigada a ouvir desaforos ou "verdades", mas também não é louvável devolver com a mesma moeda as agressões. É como jogar lenha na fogueira e é justamente essa atitude que o agressor espera de nós.

Ter paciência, tolerância, saber relevar e perdoar... Calar-se na hora da raiva, contar até dez, deixar pra lá, ignorar... Como é difícil tudo isso!

O mundo está tão sangrento, tão cruel e violento, que se fizermos nossa parte distribuindo paz e tolerância, pelo menos ao nosso redor há de melhorar. Não temos o poder de mudar as atitudes alheias, mas podemos nos mudar e fazer do nosso espaço um ambiente tranquilo.

Uma ótima semana a todos!

9 comentários:

  1. A coisa anda feia mesmo e temos que ter um grande autocontrole pra não explodir com tanta asneira que vemos...bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Olá Clara Clarinha,

    É um exercício diário, difícil neste mundo caótico, mas possível.
    Do modo como você bem o analisou, a decisão é nossa . A de conduzir nossa vida buscando a higiene mental.
    Não podemos modificar o ser à nossa frente mas podemos, com nossa atitude firme, valente em harmonia, fazer-nos ser respeitados.
    Perdemos tempo nutrindo rancores. Tempo que aproveitaremos em ser mais felizes. Saudáveis. Amorosos.
    Grata, querida, pela reflexão.
    Sempre bom ouvi-la!
    Meu carinho.

    ResponderExcluir
  3. Olá Clara Clarinha,

    É um exercício diário, difícil neste mundo caótico, mas possível.
    Do modo como você bem o analisou, a decisão é nossa . A de conduzir nossa vida buscando a higiene mental.
    Não podemos modificar o ser à nossa frente mas podemos, com nossa atitude firme, valente em harmonia, fazer-nos ser respeitados.
    Perdemos tempo nutrindo rancores. Tempo que aproveitaremos em ser mais felizes. Saudáveis. Amorosos.
    Grata, querida, pela reflexão.
    Sempre bom ouvi-la!
    Meu carinho.

    ResponderExcluir
  4. Olá, Clara, como vai? Interessante a analogia do Pd. Fábio com a escolha dos doze apóstolos. Eu concordo contigo, perdoar é difícil, mas sem dúvida a melhor escolha para seguir leve. Por outro lado, perdoar não significa aceitar. Conviver com pessoas agressivas, seja física ou emocionalmente, só se não houver escolha mesmo. Não há necessidade de convivermos mal com alguém se pudermos escolher, caso contrário, na insistência, acabamos amargos e a agressividade se perpetua.
    Abraços!

    ResponderExcluir
  5. Bom dia Clara...

    Vim conhecer seu blog e gostei muito de tudo que vi por aqui...


    Beijos
    Ani

    ResponderExcluir
  6. Realmente está difícil,mas temos que tentar nos controlar para vivermos com mais harmonia. Perdoar é sublime.
    Um abraço,

    ResponderExcluir
  7. Tão difícil perdoar não é mesmo?
    Mas é uma virtude que devemos exercitar diariamente, mesmo que não tenhamos êxito.
    Ótima reflexão.
    Bjs

    ResponderExcluir
  8. Olá, querida Clara
    A vida requer generosidade a ânimo para tratar com todos e conosco mesmo...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  9. Olá, querida Clara
    A vida requer generosidade a ânimo para tratar com todos e conosco mesmo...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!