amazon

amazon
amazon - clique na imagem

terça-feira, 4 de novembro de 2014

Qual a Maior Dor do Mundo?

Alguém consegue medir a dor? A minha dor é maior que a sua dor? Qual a maior dor do mundo?

Abertura do Programa do Jô, após perder seu filho Rafinha. 

Não dá pra saber o tamanho da dor de um pai quando perde um filho... Como ele diz, é uma inversão natural da vida...

Assistam! Cliquem no link abaixo.





11 comentários:

  1. Muita gente nem sabia que ele tinha um filho, Clara. e por ter um filho autista, poderia ter contribuído nesse assunto inúmeras vezes, mas nunca o fez. Pode ser que quisesse preservar o filho, o que não deixa de ser bom.
    Essa dor é a maior do mundo, mas que bom ele ter tido condições de proporcionar ao filho uma vida boa e, creio, feliz.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  2. Triste mesmo e o depoimento dele foi emocionante. bjs.,chica

    ResponderExcluir
  3. É muito triste esta perda e só podemos dimensionar o que está dentro de nós, ma penso que a perda de um filho pode ser imensurável. bjs

    ResponderExcluir
  4. Um momento de dor ... A perda de um filho é difícil de se mensurar.
    Um abraço, Élys.

    ResponderExcluir
  5. Olá, querida Clara
    Muito emocionante e não tinha visto o vídeo ainda nem o programa...
    Perder é triste demais em se tratando de filho... creio ser a maior dor para uma mãe ou um pai presente...
    Bjm fraternal

    ResponderExcluir
  6. Quando a vida surpreende invertendo a ordem natural, onde os mais velhos deveriam ir primeiro, é mesmo imensurável a dor.
    Beijo.

    ResponderExcluir
  7. Mesmo todas as dores do mundo, acho que nada é maior do que perder um filho.
    Faz 2 anos que perdi meu irmão e vi de perto o sofrimento de meus pais, claro que o meu também, mas pais perdem o viço, a vontade de viver, a alegria e até os últimos minutos tudo vai lembrar o filho que se foi.
    Reaprendem a viver faltando uma parte do coração. Tristeza maior não há.

    Beijos, meus queridos e muito obrigada pelos comentários.

    ResponderExcluir
  8. "Oh, pedaço de mim
    Oh, metade arrancada de mim
    Leva o vulto teu
    Que a saudade é o revés de um parto
    A saudade é arrumar o quarto
    Do filho que já morreu"
    (Chico Buarque)

    Um abraço, Clara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Moacir, bem-vindo!
      E trazendo uma maravilha de Chico Buarque?
      Amei!

      Excluir
  9. Oi Clara,
    A dor de perder um filho,
    acho que é a mais dilacerante que existe...
    é bem provável que seja a maior dor do mundo.
    Tenho visto isso na minha casa,
    pois há 3 meses, perdi uma irmã,
    que era alegre, bonita e jovem e
    meus pais não se recuperaram,
    e eu nem tenho esperança que isto ocorra algum dia.
    Boa semana pra vc, bjs!

    ResponderExcluir
  10. O Jô Soares resumiu tudo exemplarmente. É a inversão da ordem natural das coisas. Os filhos é que deviam enterrar os pais, de preferência após uma vida longa e feliz.
    Deus me livre e guarde.
    Abraço, Claríssima
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!