amazon

amazon
amazon - clique na imagem

quarta-feira, 15 de janeiro de 2014

Muito Além de Uma Porta


Se você encontrar uma porta a sua frente poderá abri-la ou não.
Se você abrir a porta poderá ou não entrar em uma nova sala.
Para entrar você vai ter que vencer a dúvida, o titubeio ou o medo.
Se você venceu você deu um grande passo: nesta sala vive-se.
Mas também tem um preço: são inúmeras as outras portas que você descobre.
O grande segredo é saber quando e qual porta deve ser aberta.
A vida não é rigorosa: ela propicia erros e acertos.
Os erros podem ser transformados em acertos, quando, com eles, se aprende.
Não existe a segurança do acerto eterno.
A vida é generosa: a cada sala em que se vive descobre-se outras tantas portas.
A vida enriquece a quem se arrisca a abrir novas portas.
Ela privilegia quem descobre seus segredos, e, generosamente, oferece afortunadas portas.
Mas também a vida pode ser dura e severa: se você não ultrapassar a porta será sempre a mesma porta pela sua frente.
É a repetição perante a criação.
É a monotonia cromática perante o arco-íris.
É a estagnação da vida.
Para a vida as portas não são obstáculos...
São apenas diferentes passagens.

Fim.

Içami Tiba


12 comentários:

  1. Que todos nós lembremos disso e as vejamos como passagens, mesmo respeitando os limites que nos mostram...bjs praianos,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Chica, ler é uma coisa, se lembrar de tudo com o passar do tempo, já é outra bem diferente... Vamos nos lembrar sim, com certeza!
      Beijos interioranos!

      Excluir
  2. Que lindo texto! Adorei ler.
    Beijos e um Excelente Ano 2014.
    Lita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Lita, um ótimo texto pra refletir, sempre!
      Beijos e um lindo 2014 pra vc também!

      Excluir
  3. Que lindo texto, Clara
    Muito bom
    Beijinhos carinhosos de
    Verena e Bichinhos

    ResponderExcluir
  4. Sem dúvida, texto para ler e reler e ler mais uma vez, e outra, e mais uma...
    Beijo, Clara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, Lúcia, ler e reler e reler... e mesmo assim ainda fica alguma coisa pra trás.
      Beijos, menina!

      Excluir
  5. Profundo e sábio!
    Clarinha, tinha um livro autografado por ele, emprestei e nunca mais o vi. Ainda bem que ninguém pode emprestar a palestra. Se não a que assisti dele... rsrsrsrssr.
    Bella, um 2014 mais cheio de inspirações, (quero também) mais publicações... E muitaaaaa saúde e esse seu bom humor irresistível!

    bjõesssssss

    ResponderExcluir
  6. Clara
    que linda postagem.
    Então abrimos neste 2014 as portas da felicidade. É só querer.
    Beijos.

    ResponderExcluir
  7. Oi Clara, é necessário entrar, mas também saber escolher que porta abrir, senão entramos em fria. Esse texto nos faz refletir que tudo está em nossas mãos, não é?
    Boa escolha, abraços carinhosos Maria Teresa

    ResponderExcluir
  8. Oi, Clara!
    Quando a vida se torna repetitiva e você nota uma estagnação, é preciso movimentar-se e fazer escolhas. Qual porta? Não importa... São válidas as tentativas, pois em cada uma delas, temos a chance de aprender.
    Beijus,

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!