terça-feira, 14 de junho de 2011

30 anos sem Mazzaropi

Em 1952, Mazzaropi estreia seu primeiro filme "Sai da frente", e depois até 1958 faz mais cinco filmes. Naquele mesmo ano, vende sua casa e cria a PAM Filmes (Produções Amácio Mazzaropi). O primeiro filme da nova produtora é "Chofer de Praça".
Em 1959 é convidado a fazer um programa de variedades que fica no ar até 1962. Neste mesmo ano começa a produzir um de seus filmes mais famosos, o Jeca Tatu.
Em 1961, adquire uma fazenda onde inicia a construção de seu primeiro estúdio de gravação. "Tristeza do Jeca" é o primeiro filme.
Cinco anos mais tarde, começa a construir em Taubaté um grande estúdio cinematográfico.
Seu 33o. filme, "Maria Tomba Homem, nunca seria terminado. Depois de 26 dias internado, Mazzaropi morre vítima de um câncer na medula óssea aos 69 anos. É enterrado em Pindamonhangaba.
Em 1994 é inaugurado o Museu Mazzaropi, localizado na mesma propriedade dos antigos estúdios, recolhendo a história da carreira de um dos maiores nomes do cinema, do teatro e da televisão brasileiros. Foi somente na década de 1990 que a cultura brasileira começou a ver de uma outra óptica a obra de Mazzaropi, que durante sua vida sempre foi duramente atacado (ou ignorado) pela crítica e pela intelectualidade.
Ao todo são 16 filmes e mais um incompleto, o "Maria Tomba Homem".
Ontem fez 30 anos da morte desse magnífico artista.
Veja o link aqui

Minha infância foi regada com filmes de Mazzaropi. Me lembro que ria até chorar... ainda criança.
Sempre gostei de filmes de comédia e só de começar, só de ver a cara dele já caia na gargalhada... e todos, é claro, morriam de rir de mim. E quase morri de rir de novo vendo este vídeo... Bem, eu não sirvo de base, rio à toa mesmo... Falou que é comédia? Já começo a rir antes de começar o filme.
Saudades daquele tempo.

8 comentários:

  1. Tb já assisti muitos filmes de Mazzaropi. Hj quase não vou ao cinema.
    Como as coisas mudam!!
    Adorei sua visita. Bjs e tenha um lindo dia.

    ResponderExcluir
  2. Oi Ana, boa semana pra vc, beijos

    ResponderExcluir
  3. Vi muitos filmes dele e nooooossa, como passa o tempo.30 anos, já? Credo!!!beijos,chica

    ResponderExcluir
  4. Chica, o tempo voa na velocidade da luz e nós estamos cada dia mais iluminados....
    Beijos.

    ResponderExcluir
  5. Clara,

    Obrigada por nos trazer esse gênio da comédia. Diferente de vc, comédias não me atraem. Mas Mazzaropi é fantástico. Ele é coeso, melhor palavra que sei para expressar como o vejo. Voz, olhar, gestos, jeito de falar e de andar, é tudo verdadeiro e espontâneo demais mas sem remeter à vida real! Obrigada!

    Bom dia trazendo para vc boas notícias.

    Beijo

    ResponderExcluir
  6. Clara,eu tb me lembro de ir ao cinema assistir Mazzaropi!Realmente eram filmes maravilhosos, de rolar de rir!Uma bela e merecida homenagem!Bjs,

    ResponderExcluir
  7. Celina, eu prefiro as comédias antigas, que rolo de rir até hj. Sou uma autêntica boba-alegre!
    Bom dia pra vc!

    ResponderExcluir
  8. Anne, só de olhar pra cara dele já começo a rir e contagio todos que estão em volta. Então a pessoa acaba assistindo o filme e rindo do filme e de mim...
    Beijos.

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!