amazon

amazon
amazon - clique na imagem

terça-feira, 16 de dezembro de 2014

Eça de Queiroz


O Bem e o Mal

O diamante, se tivesse vida e pudesse,
fugiria ao sacrifício da lapidação.
Nisso estaria o seu bem, pelo seu sossego.

Entretanto, continuaria a ser pouco mais
do que um seixo vulgar de ribeira areenta;
enquanto que, depois da lapidação dolorosa,
passa a ser um pedaço de luz materializada,
como que um fragmento de estrela,
de preço inestimável.

Qual era o bem? Qual era o mal?
Ora, aqui fica um incógnita
de que eu gostaria de conhecer a definição,
dada pelos sábios da Terra,
onde também tive pretensões
de saber alguma coisa...

Eça de Queiroz

5 comentários:

  1. Linda poesia, bela escolha! bjs, chica

    ResponderExcluir
  2. Fenomenal Eça de Queiroz. Sabia lapidas os versos perfeitamente! abraços

    ResponderExcluir
  3. Oi Clara Lúcia! Bom dia!
    Cada filosofia ou religião tem seus dogmas do que seja o Bem ou o Mal.
    Eu encaro o Mal como algo que prejudique alguém, do contrário, não tenho nenhuma objeção contra as demais coisas.
    Um fato curioso: li O Primo Basílio quando era criança e na adolescência, quando fui estudar Literatura, tomei um susto.
    Sempre imaginei que Eça de Queiroz fosse uma mulher. rs.
    Beijos e linda quinta-feira.

    ResponderExcluir
  4. Olá, adorei teu blog ele é muito lindo e você é muito criativa.
    Á pouco tempo comecei o meu blog..
    Será que você poderia me seguir só pra dar uma força?
    Desde já eu agradeço, feliz Natal e próspero Ano Novo. Bjs.

    http://juliana-editions.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. Que lindo, sensacional!
    Feliz 2015 Clarinha, que ele seja pra você cheio de saúde e conquistas! :)
    Beijo, beijo!
    She

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!