quarta-feira, 4 de setembro de 2013

Florbela Espanca


Amar!

Eu quero amar, amar perdidamente!
Amar só por amar: aqui... Além...
Mais este e aquele, o outro e toda a gente
Amar! Amar! E não amar ninguém!

Recordar? Esquecer? Indiferente!...
Prender ou desprender? É mal? É bem?
Quem disser que se pode amar alguém
Durante a vida inteira é porque mente!

Há uma primavera em cada vida:
É preciso cantá-la assim florida,
Pois se Deus nos deu voz, foi pra cantar!

E se um dia hei de ser pó, cinza e nada
Que seja a minha noite uma alvorada,
Que me saiba perder... Pra me encontrar...
Florbela Espanca

Pensador

Nunca fui como todos
Nunca tive muitos amigos
Nunca fui favorita
Nunca fui o que meus pais queriam
Nunca tive alguém que amasse
Mas tive somente a mim
A minha absoluta verdade
Meu verdadeiro pensamento
O meu conforto nas horas de sofrimento
não vivo sozinha porque gosto
e sim porque aprendi a ser só...
Florbela Espanca

Sem remédio

Aqueles que me têm muito amor
Não sabem o que sinto e o que sou...
Não sabem que passou, um dia, a Dor
À minha porta e, nesse dia, entrou.

E é desde então que eu sinto este pavor,
Este frio que anda em mim, e que gelou
O que de bom me deu Nosso Senhor!
Se eu nem sei por onde ando e onde vou!

Sinto os passos de dor, essa cadência
Que é já tortura infinda, que é demência!
Que é já vontade doida de gritar!

E é sempre a mesma mágoa, o mesmo tédio,
A mesma angústia funda, sem remédio,
Andando atrás de mim, sem me largar!
Florbela Espanca


Uma querida blogueira, Jussara Neves Rezende, do Blog Minas de Mim, escreveu lindamente sobre Florbela Espanca. Cliquem no link e saibam tudo sobre essa poetiza. 
Conheçam o blog e se deliciem com a forma clara e sensacional que Jussara escreve. Vão adorar! Eu garanto!

E aqui, um link do amigo mais que querido Alexandre Mauj, declamando a primeira poesia. Lindo demais! 



26 comentários:

  1. Oieeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeee...

    O nome do poema é PENSADOR.

    Em 1981 digitei a monografia da minha irmã na Faculdades de Letras, Português-Literatura.

    Sei quase toda a obra de Florbela Espanca.

    Beijuxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxxx...

    KK

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KK, meu amigo biblioteca ambulante, que sempre me salva dos apuros!

      Obrigada, mais uma vez!
      Beijos

      Excluir
  2. As poesias de Florbela Espanca são muito lindas. Joias da literatura poética.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. São lindas mesmo, Élys!

      Um ótimo fim de semana!
      Beijos

      Excluir
  3. Linda demais a poesia na voz do Alexandre. Que voz, menina! Uau!
    Florbela é meio deprê, mas gosto dos versos dela, quase sempre.
    Beijo, Clara.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É unanimidade entre o mulherio, essa voz do Ale, aliás ele todo é uma unanimidade!
      Alguns versos dela eu acho deprê demais, mas é daquele tempo de mulher sofrida, que não podia nada... aí até dá pra entender.

      Beijos, querida!

      Excluir
  4. mas acordo... e logo cedo já tenho uma surpresa dessas?
    meu dia hj só pode ser perfeito, então.

    obrigado Clara... por tudo, sempre.
    tu mora sempre no coração

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Menino lindo!!!

      Já percebeu que é uma unanimidade aqui, né?
      Vc é tudo de bom sempre, querido, eu é que agradeço desde sempre, bem lá no comecinho, qdo vc veio aqui e depois linkou no seu blog. Aí que tudo aconteceu! Culpa sua!

      OBRIGADA, SEMPRE!

      Excluir
  5. Clarinha me diga o que é essa voz do Alexandre? :o Minha nossa elevado ao cubo! kkkkkkkk foi lindoooooo!
    Beijo, beijo
    she

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. kkkkkkkkkkkkkk
      Não é? Qdo ouvi quase tive um treco! kkkkkkkkkk
      Não tinha como não colocá-lo aqui no blog!

      Beijos

      Excluir
  6. Claraaaaaa lindo, lindo!!! Muita inspiração para esta que vos escreve e que anda muito "dura" com a vida! A vóz de Alex é um caso a parte!!!! Bjs amore!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vera, fale de amor, propague o amor, viva o amor pleno pela vida... Vai ver como isso alivia nossa dureza do dia a dia.
      O Ale, bem, vamos ouvir e suspirar!!!

      Beijos

      Excluir
  7. amei tudo mas este banner é tudo de lindo! cheiro!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A foto do banner foi uma gentileza da Vera Moraes, que está bem acima de você aqui nos comentários!
      Nos presenteou com ilustrações lindas e eu peguei e coloquei aqui no blog.
      Simplesmente amei também!

      Beijos

      Excluir
  8. Boa noite Clara, não conhecia esta poetiza portuguesa... gostei também das pinturas retratando esta escritora (blog Minas em Mim).
    Abraços, saúde e paz.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem poesias lindas, pensamentos, frases, enfim, uma vida curta com muito conteúdo! Vale a pena ler de vez em quando.

      Abraços, menino!

      Excluir
  9. Claro que pode, Claríssima! Sinto-me honrada por receber sua indicação, ainda mais feita com tanto carinho como foi. Obrigada!
    Estes versos de "Amar!" estão entre os que mais amo na vida! Que boa lembrança a sua a de publicar esses poemas... a vida anda tão precisada de poesia!
    Grande abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse verso é realmente muito lindo!
      Eu penso que quando tudo parece desabar nas nossas costas, falemos de amor... não tem remédio mais poderoso!!!

      Eu é que agradeço por vc sempre nos presentear com textos formidáveis!

      Beijos

      Excluir
  10. Clara Clarinha,
    gosto muito da Florbela espanca . Já fiz um post sobre ela. Sobre sua vida e sua poesia forte. Vida dramática. Fico sempre triste quando vejo um artista assim ser tão infeliz.
    mas afinal a vida é feita de momentos assim, alegres e tristes. mas me parece que alguns gênios não conseguem suportar tanto sentimento dentro de si.
    Penso, minha amadinha, que é na fé em Deus e numa vida maior que esta aqui que nos faz fincar mais o pé e sermos mais fortes.
    Afinal nem todo gênio se suicida. Triste.
    Gosto de variar, leio um otimista e um tristão. assim fico na normalidade. O meio é sempre o melhor caminho!
    A voz do ALÊ é muito muito linda!!!!
    Nós temos um grupo de amigos que são puro charme.
    você é uma destas!!!!
    beijos, querida!!!!!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Esse grupo que formamos e selecionamos é um espetáculo!

      A gente fica por entender o que acontece com a mente de alguns gênios. É isso mesmo que falou, não cabe tanto sentimento, tantas emoções, tanta genialidade em um simples corpo. E se vão, tão cedo e ainda com muito por fazer por aqui.
      Deus nos acolhe de uma tal forma que nos fala através das pessoas queridas, que nos abraça, nos beija, nos ouve... e com o tempo toda a angústia vai se diluindo dando lugar a uma vida mais forte. É como um chacoalhão que nos mostra que existem outros caminhos, outras pessoas, um mundo imenso nos aguardando. É Deus nos ensinando a viver.

      O Ale, bem, é um caso à parte. Às vezes dá a impressão de que ele é fruto de nossa imaginação... rsrsrs

      Beijos, mainha do meu coração!

      Excluir
  11. Olá Clara. Eu também adoro a Jussara e o blog dela. Já a Florbela Espanca não é bem a minha praia, apesar de eu ser portuguesa. Tudo era um drama para ela, era muito sofredora, talvez a maior parte dos poetas seja assim mas eu não me consigo identificar. Vida também é felicidade...

    Beijinho querida, um doce fim-de-semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo
    http://bercodomundo.blogspot.pt/
    https://www.facebook.com/BercoDoMundo?fref=ts

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ruthia, eu concordo com vc, acho ela melancólica, sofredora, mas se levarmos em conta a época em que viveu onde a mulher era reprimida, ela foi além do que todas não tinham coragem de escrever, que foi viver, sofrer, escrever, enfim...
      Tem umas poesias que tbm não me identifico, mas outras são sensacionais!

      Um lindo fim de semana pra vc também!
      Beijos

      Excluir
  12. Uma overdose de Florbela adorei nem sei qual é o mais bonito mas o segundo me tocou.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O segundo é a minha cara! mas amei o primeiro!

      Excluir
  13. Clara querida, que maravilha de textos, não dá para definir qual é o mais lindo.

    Te desejo um final de semana maravilhoso.

    Abraços

    ResponderExcluir
  14. Oi Clara
    Reler Florbela Espanca é um maravilhoso presente que você trouxe da querida amiga Jussara. Amei o carinho e também ao Alexandre Mauj. Não consegui ouvir a voz de Alexandre. .

    Um lindo domingo para você.
    Bjs.

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!