amazon

amazon
amazon - clique na imagem

domingo, 12 de julho de 2015

Insistir ou Desistir


Essa é a frase padrão que ouvimos a vida inteira. Muito boa como incentivo, mas nem sempre é possível segui-la. Pode ser que esteja totalmente certa, mas pode ser uma grande geradora de transtornos e sofrimentos.

Quando eu era adolescente, recebi um bilhetinho de um rapaz com a famosa frase "Tu te tornas eternamente responsável por aquilo que cativas", O Pequeno Príncipe. Eu gostava do rapaz, nos dávamos bem, mas nunca me interessei além de uma amizade. Fiquei um bom tempo lendo a frase e pensando nela. Não concordei. Me afastei dele e nunca mais o vi. Por que eu me tornaria responsável pelo sentimento do outro, sendo que nunca havíamos falado sobre o assunto? Nem demonstrado nada além de amizade, pelo menos de minha parte?

Sempre fui questionadora e muitas vezes até chata por não concordar com frases feitas e ditados arcaicos. E essa frase "Não desista" é um imenso peso que colocam em nossas costas e que nos faz pensar nela o resto da vida por situações que desistimos, por não serem mais importantes, por não estar ao nosso alcance, enfim.

Eu também pensava nela como absoluta. Por que desistir se posso tentar até conseguir?

Será que um sonho, uma situação, um meio de vida, um relacionamento, será que tudo isso vale mesmo a pena? Será que não ficamos cegos e não enxergamos mais ao nosso redor por pura teimosia?

Alguns sonhos e vontades, estão tão incubados em nós que valem a pena insistir até conseguir. Mas outras não. E não há mal nenhum em desistir e partir para outro projeto.

Dói quando chegamos a triste conclusão de que não dá mais, que já esgotou o esforço, principalmente quando envolve outra ou outras pessoas. Sofremos muito, mas o mundo é tão cheio de oportunidades que talvez logo ali na frente, aquela porta fechada que nos sufocava tanto, nos faz abrir janelas e respirar um novo destino.

Mudanças sempre nos assustam, nos causam medo e insegurança, mas se não tentarmos de uma outra maneira, por um outro caminho, como saberemos? O que podemos saber do futuro?

A mesma coragem que temos em continuar e não desistir, temos em mudar o rumo e começar tudo de novo.

Persistir sim, sempre, mas com moderação, com cautela, com inteligência e bom senso.

Desistir sim, sempre que o sofrimento ultrapassar a vontade de continuar.

Não deixar nunca de viver o presente, com vontade, alegria, bom humor, mas claro, planejando o futuro.

Contar com a sorte não é suficiente, há muito trabalho, suor e lágrimas que devem valer a pena no decorrer do trajeto até a vitória adquirida.

Boa semana!

14 comentários:

  1. Eu também detesto frases feitas.
    Aprendí que tenho que viver um dia de cada vez e isto tem me ajudado bastante.
    Nada é para sempre e não somos responsáveis por outra pessoa.
    Te desejo uma ótima semana, Clara querida.
    Um forte abraço e um beijinho carinhoso de
    Verena e Bichinhos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O apego a pessoas é pior do que o apego a objetos. Talvez o outro nem seja tão importante assim e fica esse apego desnecessário.
      Um grande abraço pra vc beijos também, nos seus peludos!

      Excluir
  2. Oi Clara!
    Chantagista da porra esse cara hein? E cafona de ficar usando frasezinha feita de O Pequeno Príncipe, a frase mais popular ainda por cima. É ÓBVIO que um tipo desses não seria muito feliz em um conquista, huahuahauahau!
    Brincadeiras à parte, não tem como não concordar com seu post. São tantas pressões impostas a nós e uma delas é essa do desistir. Como se a desistência fosse coisa de fracos, quando, em muitas ocasiões, é coisa de gente tola, que não aceita um fim, uma nova visão... a realidade.
    Sou a favor da frase: "Não sou de desistir fácil, mas também não insisto para sempre".
    Acredito que temos uma espécie de "termômetro" que nos avisa quando a insistência em algo inútil passou do ponto e só persistem (e claro, se frustram!) os teimosos que preferem se enganar com a pose de "fortes que não desistem".
    Adorei teu ponto de vista.
    Beijos.

    Rivotril com Coca-Cola

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu li O Pequeno Príncipe e, apesar de ser lindinho, não achei tanto assim como o classificam. A vida é bem diferente do livro, mas cada um sabe como sonhar da melhor forma.
      Gostei dessa frase, vou usá-la.
      Beijos!

      Excluir
  3. Temos que seguir sempre. Desistir só mesmo quando percebemos que não vale a pena continuar, que aquilo não nos faria feliz e que perseguir o intento pode nos deixar até doentes, física ou mentalmente! beijos, linda semana,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É isso mesmo, podemos nos dar limites e ter a coragem de colocar um ponto final em algumas coisas. Difícil, mas dá pra fazer isso.
      Gaúcha, ótima semana pra vc!

      Excluir
  4. Post delicioso, Clara, tão claro, de gente que pensa, vasculha. Bom, muito bom! E nos posts, então, dá-me comichão de não concordar mas, tem sempre o mas. Devemos sempre concordar, essa é a regra criada nos blogs! Meu abraço de feliz semana!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olha, Maria Luiza, já aconteceu de comentar o dono do blog não gostar por ser opinião diferente. Qdo vejo que é assim, posso só ler e não comentar. Fácil lidar só com quem pensa como nós. Soa uma falsidade anunciada, mas se gostam, paciência.
      Uma ótima semana pra vc, beijos!

      Excluir
  5. Oi Clara!
    Muito fácil às pessoas vim e dizer não desista, amanhã é outro dia, tudo passa, um monte de blablablabla com frases populares. Como disse muito boa pra incentivar, mais nem sempre podemos ou temos condições de segui-la. Cada um sabe onde dói, e quando é hora de parar e partir pra outra coisa. A vida é um recomeço todos os dias. Se não dá de um jeito começa diferente com mais sabedoria quantas vezes for necessário. Precisa de mais coragem pra desisti de um sonho, de um projeto que não deu certo, do que coragem pra ficar enchendo linguiça numa coisa que não vai dar certo. Com certeza precisa de muito trabalho, suor, lágrima, coragem, fé, passar por perrengue pra chegar numa realizada de um sonho.

    Uma ótima semana cheia de sorrisos e calor do sol.
    Um beijo embrulhado num abraço!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Acho que por algum momento na nossa vida podemos ficar acomodados com situações, porque mudar não é fácil e nem tem como saber se vai dar certo, mas se há amor à vida, não há empecilhos pra que isso aconteça.
      Beijos, menina!

      Excluir
  6. Oi, Clara!
    A frase faz sucesso pq as pessoas adoram fazer as outras se sentirem culpadas.
    A nossa vida é o nosso maior projeto e é preciso fazer os dias melhores mesmo nos piores momentos. Tem um pensamento que diz assim "O êxito começa no exato momento em que o homem decide o que quer e começa a trabalhar para conseguí-lo". Se conseguir, parabéns! Mas se não conseguir, vale pensar que tentou. Não é bom cruzar os braços, essa atitude no futuro será cobrada.
    Boa semana!
    Beijus,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Adorei a frase, e é bom mudar quando as coisas não estão bem. Não está escrito em nenhum lugar que temos que nos contentar com algo que não queremos mais, acho que é bom saber disso.
      O ser humano é fantástico e tem muitas capacidades, basta saber dosar e ter bom senso pra recomeçar.
      Bom fim de semana
      Beijos

      Excluir
  7. Clara acho que devemos buscar a sabedoria e a humildade quando precisamos desistir. E há na vida vários momentos desses em que não vale a pena continuar.
    Como você bem colocou, é corajoso dar meia volta e recomeçar.
    A frase em questão foi totalmente apropriada para um uso inadequado: fazer o outro sentir-se responsável pela nossa fecilidade.
    Beijo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tem umas frases, uns ditados, que não concordo. Não sei como foram escritos e em qual ocasião, mas se prestarmos atenção na profundidade delas, pensamos duas vezes antes de concordar.
      Beijos, bom fim de semana.

      Excluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!