amazon

amazon
amazon - clique na imagem

terça-feira, 14 de outubro de 2014

Relações Amorosas


Em 2011, quando escrevi o texto Amor Psicopata, não tinha ideia da repercussão que teria com tantos comentários, lamentações, pedidos de socorro, ajudas, enfim, um tema polêmico que me colocou no meio da história.

Os casos são parecidos e o texto é sobre homem psicopata. Mulheres psicopatas também existem, claro, mas acho que o homem psicopata faz a mulher, além de correr o risco de morte, ficar profundamente frustrada.

Mulher é sonhadora, cuidadora, muitas ainda querem o príncipe e, claro, acham que conseguem modificar a essência, a naturalidade do homem. Tentam até as últimas consequências e acabam frustradas. Não é somente em caso de psicopatia, mas de relacionamentos em geral.

A maioria procura alguém nesse Universo que possa fazer parceria, união, casamento, ou chamem como quiserem. A maioria procura um amor, isso é fato.

E ficam frustrados quando acham que encontram mas não conseguem lidar com os fantasmas do passado ou com os defeitos do atual. E se for mulher, tentam a mudança. O homem até pode concordar, mas só vai se modificar caso queira realmente. Será que vale tudo por um amor? Até mesmo abrir mão de sonhos, ideologias, modo de pensar e ser? E por que é tão difícil aceitar o parceiro ou parceira como é? Se conheceu dessa maneira por que modificar? Para melhorar o quê?

Muitas vezes cria-se um robô companheiro, mas só na aparência, pois sufocado ou sufocada acaba voltando a ser o que sempre foi, longe dos olhos amados.

Cada um tem uma maneira de ser, de agir, de pensar e querendo modificar pode parecer, e eu acho que é, uma falta de respeito ou falta de autoestima suficientes para se garantir com uma pessoa que lhe incomoda com certas atitudes.

O amor por si só nos modifica de alguma forma. E o amor próprio deveria prevalecer sempre. Não é egoísmo e sim autoestima.

Como amar o outro se não se sente o amor próprio? Como compartilhar uma vida se a própria vida não tem rumo? Passar a viver em função do outro? Ter a vida do outro como sendo a sua? E quando tudo virar tédio, vai fazer o quê?

Tentar agradar o parceiro ou parceira causa uma cobrança futura que, com certeza, gerará discussões e até a separação. É um fardo muito pesado ter que carregar a felicidade do outro nas costas. Ninguém é capaz disso.

Mulher é uma caixinha infinita de lembranças e cobranças. O homem é prático e simples. E ambos querem parceiros que os entendam. Simples!

Muitas pessoas ainda me escrevem pedindo conselhos ou opiniões sobre relacionamentos.

Difícil dar palpite em algo que não tenho competência. Encaro tudo como um bate-papo, uma conversa informal, talvez mostrando algo que a pessoa que está amando não consegue enxergar. O amor é cego, como diz o ditado. Se me pediu conselho é porque algo não está bem. Então respondo de forma clara e rápida, sem rodeios ou ladainhas.

Relacionamentos ainda é assunto para uma vida inteira. E que bom quando se encontra um(a) parceiro(a) que seja capaz de suportar nossos defeitos e nossas manias. E continua nos amando apesar dos pesares.

Quer um conselho que sempre dou? É grátis! Se ame primeiro antes de querer ofertar o amor a quem mereça seu amor. Se respeite primeiro, aprenda a dizer não quando é não e sim quando é sim. E viva as diferenças com muito bom humor. Consegue? Meio caminho andado para tudo dar certo. Boa sorte!


5 comentários:

  1. Lindo! Mas dar conselhos ou pitacos é mesmo difícil. Cada um deve saber onde aperta o seu calo... bjs, lindo dia! chica

    ResponderExcluir
  2. Antes de tudo a pessoa deve, realmente se amar, e saber dizer não, quando for necessário, para não estar iludindo o outro.
    Sepre aqui encontramos um texto bem escrito.
    Um abraço, Élys.

    ResponderExcluir
  3. Olá, querida Clara
    Ausente por 15 dias pra visitar família, venho e me deparo com um texto que aborda tema polêmico... muito bem conduzido tudo...
    Me lembrei do que dizia minha vó: antes só do que mal acompanhado... rs...
    Bjm fraterno

    ResponderExcluir
  4. Não existe relacionamento perfeito, uma hora os obstáculos começa aparecer e se não existe amor e respeito um pelo outro, a vaca vai para brejo rs. O dialogo é o ideal.
    Acho que você disse tudo: Mulher é sonhadora, cuidadora, e sempre esta a procura de seu príncipe encantado, sua outra metade, o homem perfeito sem defeitos. O problema que o príncipe não existe, por mais que a mulher idealize. Os Defeitos e as manias faz parte do pacote, não tem como dispensa-lo. O jeito é enfrentar e aceitar a encomenda se caso existir amor em ambas às partes. As diferença faz parte, e deixa a vida te levar .

    Estive ausente por alguns meses por isso a sumida daqui.
    Tava com saudades!
    Beijos Clara!

    ResponderExcluir
  5. Querida, ainda não a tinha "curtido" no facebook. Pormenor resolvido, pouco tenho a dizer sobre o assunto, porque as relações humanas são tão complicadas... Só acho que as pessoas devem amar-se, amar os outros, tentarem ser felizes. Assim não se incomodam com a felicidade dos outros.
    Beijinhos, um doce restinho de semana
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    P.S. sobre esta vida andarilha que levo, realmente é cansativo. Um dia destes teremos que assentar arraiais. Mas não vejo isso para breve...

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!