amazon

amazon
amazon - clique na imagem

segunda-feira, 30 de junho de 2014

Bom Dia - Conto Sensual



      O Sol acariciava o rosto de Cristine, cochichando-lhe para que despertasse, pois o dia começava. Sonolenta, esfregou os olhos e bocejou. Olhou para o lado e apenas uma rosa vermelha enfeitava sua cama. Sorriu, fechou os olhos e disse bom dia. Sem resposta. Abriu os olhos e percebeu que estava sozinha no quarto. Esfregou os olhos mais uma vez, levantou-se e vestiu uma camisa branca. Tinha o cheiro dele...

      Olhou para o chão e sorriu. Um rastro de pétalas vermelhas que ia até a porta atraia Cristine com pensamentos pervertidos. Sorriu, deitou-se e se lembrou da noite intensa e prazerosa que tiveram. Ainda sentia o gosto dos beijos, o toque na nuca, as mãos em suas entranhas, as carícias, os arrepios... Levantou-se novamente e seguiu as pétalas.

      Chegou à porta da cozinha e teve a visão mais maravilhosa para uma manhã romântica. Encostado na mesa estava aquele que levara-a ao delírio, Fabrício. Nu e segurando uma rosa que mal tapava-lhe o sexo, sorriso iluminado, cabelos desarrumados e atrevido no olhar. Despia-a com o pensamento mordendo o lábio inferior, olhando-a de cima a baixo. Cristine sorriu e olhou Fabrício também, da cabeça aos pés, jogou os longos cabelos para o lado e foi se aproximando, desabotoando a camisa. Fabrício abriu os braços e aconchegou-a, carinhosamente.

     Olhando sobre seus ombros, Cristine viu a mesa posta, com um simples café da manhã e também com uma cumbuca de morangos grandes e bem vermelhos. Fabrício beijou-a e ao mesmo tempo pegou um morango, olhou em seus olhos e lhe ofereceu o morando em sua boca. Cristine mordeu e encostou seus lábios nos dele. De olhos abertos e brilhantes degustaram o beijo com sabor de morango, até o fim.

      Fabrício puxou a cadeira e ajeitou Cristine, nua, para servir-lhe o desjejum. Conversavam bobeiras e se perdiam em olhares apaixonados. Por baixo da mesa Cristine acariciava Fabrício com os pés, deixando-o lindamente irresistível. Adorava fazer seu homem sentir prazer, e sabia muito bem como fazê-lo.

      Comeram pouco, pois a vontade de se grudarem novamente era maior do que a fome. Fabrício levantou-se, puxou a mão de Cristine que também se levantou, pegou-a no colo com ela entrelaçando suas pernas em seu quadril, beijaram-se longamente e voltaram para o quarto.

      O dia estava apenas começando e com certeza não teriam nenhuma pressa que acabasse. Tinham pressa de se terem, de se darem amor, prazer... O dia continuaria até à noite... E até a próxima manhã, quem sabe...

      Fim.

12 comentários:

  1. Quando a atração esta no ápice as coisas fluem assim mesmo! Bom Dia, abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tudo fica maravilhoso qdo a tal química está nos 2.
      Boa noite, poeta!

      Excluir
  2. Enquanto fôlego houvesse! Lindo! beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Até quando, heim, Chica? rsrsrs
      Beijos, querida!

      Excluir
  3. Afffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffffff...

    ResponderExcluir
  4. Boa tarde !


    Eu Aprendi

    Que são os pequenos acontecimentos

    diários que tornam a vida espetacular;

    Que cada pessoa que a gente conhece

    deve ser saudada com um sorriso!


    ___________William Shakespeare


    Abraços de uma boa semana


    └──●► *Rita!!

    ResponderExcluir
  5. Oi Clara, menina vc está escrevendo fabulosamente bem...
    E esse conto? É muito amor para um dia só. Que esta chama permaneça
    viva entre eles.

    Abraços

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito obrigada, meu jovem amigo...
      A imaginação vai longeeeee..... rsrsrs
      Abraços!

      Excluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!