amazon

amazon
amazon - clique na imagem

sexta-feira, 28 de fevereiro de 2014

Quantas Vezes For

E o menino, ansioso por ter tantos sonhos, um dia acordou. 

Pegou sua mochila e foi onde deveria ir.

Aprendeu, ganhou, perdeu, sofreu, sorriu e ouviu.

"Sonhos não existem! Desista!"

E vendo que todos os outros meninos apenas aprendiam dobrou seu sonho e colocou dentro do bolso do paletó. Aquele paletó que nem lhe servia mais, embolorado e fedido, que ficava num canto do armário esperando caber em outro menino. 

Foi ser um robô da sociedade, exatamente como todos eram. Apenas aprendiam e cresciam, todos iguais.

Talvez não entendam esse meu texto e nem precisam entender... Nem eu entendo, mas é assim que está acontecendo.

Um ótimo fim de semana pra todos, bom carnaval pra quem gosta e bom descanso pra quem não gosta de carnaval. Como diz um amigo querido: SAM PRAN FRANT!

Uma música linda que é mais que um hino pra mim. Músicas têm essa magia de nos fazer viajar, pensar, recordar, chorar, sentir saudades, enfim, poemas que tocam nosso coração.


15 comentários:

  1. Um texto lindo e que, certamente faz refletir sobre a mesmice... bjs, chica e lindo feriadão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. É verdade, Chica, refletir sempre é bom!
      Um bom feriadão pra vc também!
      Beijos

      Excluir
  2. Clara, entendi perfeitamente. É praticamente a realidade de todos nós. Mas que bom que temos essa válvula de escape que é a escrita e a leitura. Assim podemos viver outras vidas, outras experiências que nos é negado na vida real. Amo essa canção do Ivan Lins e amo Simone. Obrigada! Foi um presentão para esse carnaval. Fique com Deus e tenha um ótimo feriado. Bjsssss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa música é como um hino que sempre a ouço quando me sinto perdida. Começar é preciso, apesar dos pesares, tem que recomeçar o que precisa ser recomeçado.
      Amém, querida, fique com Deus também! Se cuide!
      Beijos

      Excluir
  3. Clara Lúcia, sobre sonhos, podemos dizer que não existem, no entanto devemos estar bem com eles. Mas o que existe é a boa música aqui expressa.
    Beijos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sonhos existem quando sonhamos e queremos sonhar pra acontecer. Difícil, porque nem sempre conseguimos ter paciência. Mas vale sonhar sempre!
      Obrigada, Daniel!
      Beijos

      Excluir
  4. Vero amiga.....mas nunca devemos desistir...isso que nos faz sobreviver,bjokas

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Daniela, bem-vinda, menina!
      Vamos sonhar que um dia acontece... Se formos merecedoras deles, eles viram realidade!
      Beijos

      Excluir
  5. Na verdade é uma critica e tanto. o Pink Floyd fala algo parecido no clipe "another brick on the wall" ( to falando dessa frase aqui:"Foi ser um robô da sociedade, exatamente como todos eram. Apenas aprendiam e cresciam, todos iguais.")

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sim, tanto já se falou sobre isso e ainda é tão atual... Difícil mudar algo que já está enraizado, mas não é impossível.
      Beijos

      Excluir
  6. Clara,tá cada dia mais dificil ser diferente em nosso mundo tão cheio de não me toques...rss...uma história que emociona,amei! E a musica dá saudade mesmo! bjs,

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Essa música é eterna e que bom que existem músicas eternas!
      Anne, querida,beijos!

      Excluir
  7. Aquele paletó foi doado para outro menino, que encontrando o sonho no bolso, abriu-o. Encantado com aquele sonho desdobrado, o menino tornou-o seu. Correu atrás, caiu, levantou. E numa determinada curva, enfim, venceu...

    Amiga, tomei a liberdade de imaginar um final para seu texto.
    Beijinhos

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que lindo, Meri!!!
      Um final perfeito! E olha que meninos como esse que cai, levanta e continua seguindo são muito raror, mas existem!

      Beijos, querida!

      Excluir
  8. Oi Clarinha,
    Nossa luta contra a mesmice e o excesso de realidade. É uma luta eterna essa, é o nosso sonho de não virar robôs num mundo que exige tanto e não nos dá nada em troca. Adorei o texto. Bjs. Marli

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!