sábado, 5 de janeiro de 2013

Esmalte e Verão


E o verão chegou com tudo!

Muitas propagandas, muitos conselhos, muitos cuidados, é o que todos nós devemos ter. Então vou contar como era meu verão nos anos 70/80, onde eu me acabava na piscina e por consequência, no sol.

Morávamos perto de um clube, então era fácil pra ir e vir. Era uma pré-adolescente, autodidata, xereta, curiosa... bem, como ainda sou. Então, aprendi a nadar sozinha e vibrei com isso! Não saía da água. O clube era grande e tinha várias piscinas de todos os tamanhos. E tinha a piscina funda. Era funda demais, com trampolim para saltos ornamentais e tudo. 

Antes de ir ao clube, minha mãe me dava muitos conselhos, e eu ouvia tudo. Mas fazia o que queria, porque era topetuda demais. E dava saltos na piscina funda, não no trampolim, porque tenho fobia de altura, mas saltava bem lá no meião, como uma bomba... corria, saltava, cruzando minhas pernas e era água pra tudo quanto é lado.


Olha só a foto do Clube dos Bagres! Foto antiga, bem na época em que eu frequentava. Na parte de baixo, tem essa piscina redonda e várias outras do lado esquerdo. A piscina funda, fica do lado de cima, em cima desse muro branco e que dá para ver o trampolim de cimento. Que saudades!!!

Um dia minha mãe foi atrás de mim e me viu pular na piscina funda. Pensei que ia levar uma surra, mas que nada, ela começou a rir de mim. Ufa!

Por conta disso, minha avó me chamava de negrinha, porque eu era uma negrinha mesmo! Uma cor linda, com a marca do biquini sempre à mostra e que até no inverno ela permanecia.

Depois, fiquei adolescente, depois jovem, e continuei amando sol. Torrava debaixo do sol. E naquele tempo não tinha protetor solar, ou se tinha, não sabia que tinha. Então tomava sol com aquele bronzeador paraguaio Rayto de Sol, vermelhão sangue, ou então com óleo de bebê misturado com semente de urucum, aquela sementinha vermelha que os índios usam. Continuei sendo a negrinha da família. Mas o processo era o seguinte: tomava sol, vermelhão, ardência, bolhas, descascado, sol de novo, vermelhão, ardência, bolhas, descascado... e assim por diante.

Olha eu aí, com 22 anos, com marcas de biquini. Era assim sempre!

Hoje, por conta disso, tenho várias sardas no corpo, não no rosto, porque o rosto eu poupava, e o dermatologista já me disse que esgotei minha cota de sol por esta vida. Também, não tomo muito sol, não tenho mais paciência. Mas se acontece, eu me protejo como é o correto. E uso um protetor solar para o rosto sempre, todos os dias. O certo seria protetor no corpo, mas sempre me esqueço.

Isso é muito sério, faz mal para a saúde, é perigoso dar câncer de pele etc... isso todos nós já sabemos. Que bom!


Essa foto eu já publiquei, porque não deu tempo de fazer as unhas e minha máquina encasquetou que não quer funcionar por enquanto. Paciência. Eu chamo essa combinação de "efeito coca-cola".


Esmalte Ludurana antialérgico Café Brasil, e por cima o gliter Clear Poly. Gostei muito!

Então, vamos ver mais verão por aí, no blog da Fernanda Reali? Cliquem AQUI!




35 comentários:

  1. Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    ResponderExcluir
  2. Olá, eu também fui dessas que tomei muitooo sol. Fui criada no interior de São Paulo e ia ao clube todos os finais de semana e nas férias então, todos os dias.
    Passei Rayto, óleo com urucum... Só de pensar sinto a ardência e raiva de mim mesma. Minha mãe, tia e avó viviam no sol torrando e eu aprendi isso. Então desde muito pequena mesmo eu tomava sol e passava essas agressões na pele. Quando não passava isso, simplesmente não passava nada. Protetor solar era raro quando tinha e não tinha o hábito.
    Hoje eu também carrego a herança do sol: sardas e manchas na pele. Hoje em dia eu não tomo sol como antes, só quando vou a praia que é bem pouco durante o ano e com muito protetor solar.
    Fico pasma em ver pessoas hoje usando bronzeador!!! Antigamente até era perdoável, mas hoje em dia com tanta informação e acessos ao protetor solar acho um crime o bronzeador.
    Enfim, suas unhas ficaram lindas nesta cor. Amo marrom para o inverno, vou anotar para passar depois, rs.
    Beijos e bom verão!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Carol, hoje não dá pra ficar sem protetor, mas qdo tomo sol, passo bronzeador nas pernas... só nas pernas... e o rosto eu uso protetor todos os dias.
      Aquele tempo era difícil mesmo... arder, arder, arder, criar bolhas, estourar, descascar e começar de novo....

      Um ótimo verão pra vc também!
      Beijos

      Excluir
  3. Olá Clara!
    Gostei da postagem, como é bom recordar!!
    Adorei o esmalte!!
    Bjss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Josye...

      Obrigada, querida!
      É bom recordar as aventuras da infância e juventude... e eu aprontava muito!

      Beijos

      Excluir
  4. Ah! Essa sua história é igual à minha. Só que eu ia à praia mesmo, desde criança.
    De uns tempos para cá o Protetor Solar ficou mais conhecido.
    Uso sempre!
    E adoro verão! Continuo curtindo muito praia.
    Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Protetor é essencial hoje, não dá pra ficar sem!

      Praia eu ia só uma vez por ano, mas gosto muito também!

      Beijos!!!

      Excluir
  5. Que saudades de um sol quentinho, está tanto frio por aqui... O seu verniz coca-cola fica super cool :) Amei!
    Beijinho e um doce 2013.
    Ruthia d'O Berço do Mundo

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Ruthiap, querida, aqui o sol tá de rachar!
      Chove, mas o mormaço continua...

      Um lindo 2013 pra vc e sua família!
      Beijos

      Excluir
  6. Eu não fui de tomar muito sol quando era pequena e adolescente pois minha cidade não é praieira e porque nessa época só existiam dois clubes na cidade ligados ao Banco do Brasil e ao Comercio e meus pais não tinham vinculos com estas instituições. Vim conhecer a praia com 11 anos quando visitei uma tia em Pernambuco. Não gosto muito de praia mas amo piscina, só não vou muito por falta de tempo, pode? Mas tudo bem.O importante é curtir o verão da forma que dá, inclusive pintando as unhas para dar um up no visual...adorei a sua combinação....tenha uma ótima semana.,..


    !!!!beijokas!!!!


    .

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Marta, eu era uma peixinha... adorava água, clube...
      Mas depois de jovem, gostava mais do sol e me torrava muito!

      Agora, as unhas a gente cuida mesmo, porque faz toda a diferença na vida da gente, né?

      Beijos e ótimo fim de semana!

      Excluir
  7. Minha lindaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaa! Nunca tive coragem de usar esse tal de bronzeador tinha um medo danado disso, mas era assim mesmo, bem diferente de hoje em dia com a campanha que existe. E cansei de descascar que nem na foto e o pior é que eu adorava ficar parecendo uma cobra mudando de pele... kkkkkkkkk O blog está com visual novo?! AMEI, viu?! E essa cor de esmalte me apaixonei...rsrs
    Beijo, beijo
    She

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Eu era cobra humana, She...
      Me dava aflição de ver as bolhas, então ia com tudo, arranhando de cima a baixo, estourando tudo! Depois, no outro dia, era só arrancar a pele... um horror!!! Mas já fiz muito isso!

      Que bom que gostou do blog... simples como eu!

      Beijos

      Excluir
  8. Oi Clara,
    você contou como foi na sua adolescência e eu me lembrei da minha. Era assim mesmo. Muita praia, muito sol e além da pele ficar morena o cabelo ficava dourado. Lindo demais, mas muito perigoso.
    Hoje não existe a possibilidade de tanta exposição ao sol, muito menos sem protetor solar.
    Gostei do esmalte café.
    beijos
    Chris

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. O sol hoje tá muito mais quente do que naquele tempo. Não dá pra abusar.

      Beijos e um ótimo domingo!

      Excluir
  9. eu esgotei minha cota de sol por essa vida e mais umas duas antes dos 18 anos!! rsrsrs agora é correr atras do prejuizo! clube dos bagres...eu ja fui!
    :-)

    bom domingo, bjo bjo

    http://anacristinap.blogspot.com.br/2013/01/esmalte-e-verao.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Tempos bons do Clube dos Bagres, né?
      Hoje passa uma avenida no meio dele e a piscina funda está vazia... é um pena!

      Beijos

      Excluir
  10. com atraso pq ainda tô na marcha lenta rs, mas é com muito sentimento que te desejo um excelente ano de 2013 querida amiga Clara!! vc merece tudo o que há de bom no mundo!

    eu tb torrava legal. vivia negão rs. gostava, hj em dia já não curto mais. e nem posso, eu tive um cancer de pele por causa disso. mto bom esse alerta, mta gente tá correndo risco sem se dar conta, o sol tá meio raivoso esses tempos rs, forte demais. não tá "normal" a coisa, o sol tá em um pico de atividade e isso é perigoso.

    é isso aí Clara! bjão pra vc querida amiga

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Poxa vida, Ale, câncer de pele é muito sério!
      E eu nesse exato momento olhando pela janela, vendo o sol e querendo me estender nele... mas tô com preguiça hoje...
      Vamos ver amanhã...

      Um lindo 2013 pra vc também! Se cuide!

      Excluir
  11. clarita, adorei o tal efeito coca-cola...mandou muito bem...ludurana é marca saudável...gosto muito mais do que uso...rs...eles estão aqui, no gavetão, e a vez deles há de chegar...precisi parar de comprar esmaltes pra conseguir usar todos os da fila de espera...excesso desnecessário meu, reconheço...ainda hoje vou descartar , certamente, uns 20 vidrinhos que, por uso ou falta dele, acabaram ficando grossos...desapego...precisooooooooooo...rs....bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que difícil desapegar....
      Esses dias joguei um fora que estava uns 3 anos vencido.. Aí não dá, né?
      É bom fazer essas misturinhas, pra não ficar sempre nos mesmos... eu faço e tenho muitas variedades.
      Use o Ludurana, eu gosto!

      Beijos

      Excluir
  12. Jesus mulher!!!

    Me deu agonia só de imaginar a mistureba de óleos, rs
    Gosto de praia, mas não gosto de me bronzear. Beijos.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Às vezes eu passava coca-cola, mas a pele ficava manchada... mas olha o juízo da pessoa!!!
      A mistureba era boa e deixava um cor linda, mas depois de anos, vieram as consequências.

      Que venha o verão com protetor!
      Beijos

      Excluir
  13. Clara, que sofrimento! Imagine descascar depois de arder... que horror rsrsrs
    Sol faz mal à pele, tem que cuidar mesmo.
    Clube dos Bagres... é tão Franca, né?
    Outro dia fui aí, lembrei de ti.
    Um dia ainda marcamos, tem mais gente blogueira em Franca, seria legal, né?
    Vivemos "isoladas" aqui no interior rsrsrs
    beijosss

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pena que o Clube não funciona mais!
      Vamos marcar sim, amaria conhecer todas!
      Tem a Alessandra Rigazzo e acho que não sei de mais ninguém. Vai ser ótimo esse encontrim.

      Beijos

      Excluir
  14. Eu também tinha pensado em falar sobre como era (ou como não era) a proteção quando eu ia à praia qdo jovem... elá se vão 30/35 anos.... uma loucura, mas agora é poupar essa pele castigada....rs

    linda a combinação q vc está usando, não conheço essas marcas
    bjs

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sueli, naquele tempo era um horror mesmo e a gente gostava de tostar. Hoje em dia o sol tá mais quente, mais perigoso e quem faz isso é caçar doença com as mãos...

      Beijos

      Excluir
  15. Minhas unhas ficaram lindas nesse post rsrsrs
    Eu tb torrava, fritava a pele com oleos, coca-cola e marca do biquini era chique rsrsr.
    Hoje tb não tomo sol e meu rosto é todo manchado por causa do excesso de sol.
    bjk

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Vamos combinar... nossas unhas são lindjassss!!! rsrrs

      O rosto eu poupava, mas o corpo, tava nem aí! Torrava mesmo!
      Tbm passava coca-cola, mas ficava manchado e eu não gostava muito.

      Beijos

      Excluir
  16. Amei a cor das unhas e da sua pele bem neguinha...tá muito fofa!
    A gente faz muitaaa loucura qdo se é jovem e nem sabe o quanto o sol judia da pele!
    Bj bonita

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Naquele tempo o sol não era tão quente como é hoje, mas fazia mal sim e nós não nos dávamos conta. Agora aguenta as manchas na pele...

      Beijos

      Excluir
  17. Olá Clara!!! ♥ Feliz ano novo!!!
    Muitas bençãos em 2013 para vc e sua família!!!

    Amei sua história de infância...rsrs e da juventude também, pois me fez lembrar de que eu também usava essas combinações com urucum na pele e hoje tenho muitos melasmas...também ficava vermelha e com bolhas... e por fim o bronze descascava...rsrs

    Mas a escolha do esmalte foi maravilhosa, também gosto de tons marrom com Glitter♥

    Bjs ♥

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Mary, Feliz ano-novo pra vc também! Muitas alegrias em sua casa, junto com seus amados!

      Naquele tempo a gente era meio doida, né?
      Essas bolhas davam muita aflição e eu não sossegava enquanto não estourava todas!

      Beijos

      Excluir
  18. Adorei a combinação dos esmaltes!
    E ri um bocado com sua história! Pena que nessa época não damos muita atenção ao que os pais falam, né?

    ResponderExcluir
  19. Olá, querida Clara
    Eu também tenho as minhas fotos marcadinha de sol... cada coisa que colocávamos pra empretecer a pele... Nossa Mãe!!!
    Agora, uso protetor do maior número... nada de torrão...
    Esmalte bonito...
    Bjm de paz e bem

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!