quarta-feira, 18 de julho de 2012

Uma dor que não é nossa, mas é nossa!

imagem Google

Para mim, não há paz maior do que ver meus filhos dormindo. Me dá uma sensação de dever cumprido, que mais um dia se foi e que eles estão bem e dormem tranquilos.

Como toda mãe, fico agoniada quando sei que estão com problemas e tenho que deixar que eles tomem a decisão sozinhos. Não posso ficar interferindo, por isso, converso e ouço muito. Posso até dar minha opinião, mas prefiro fazer perguntas, para que eles pensem na resposta e cheguem a alguma conclusão. Cabe a nós mostrarmos os caminhos e as opções, deixando o resto por conta deles.

Educar um filho é difícil demais, porque o mundo está todo aí, de braços abertos para eles desbravarem, e se não tomamos conta, o mundo toma!

Mas também uma dor imensa que sentimos é quando vemos nossos filhos sofrendo, chorando... e realmente não podemos fazer nada.

imagem Google

Adolescentes então, parece que tudo é imenso, vida ou morte, para sempre, sim ou não, tudo grandioso e dramático.

Época de namoros, paixões, posses, namoro chiclete, grudento. E às vezes o namoro termina... e lá vem choro, choro, choro e choro....

Sabemos que é passageiro, porque já passamos por isso, mas dói ver um filho chorar por nada... ou por tudo... E mais uma vez, a paciência de ouvir os lamentos, as ladainhas e procurar dar os melhores conselhos, sem interferir na decisão deles. Que difícil isso! Mas o sentimento é deles e quem tem que decidir  são eles.

Faz parte do amadurecimento.

Filhos sofrem, mães sofrem junto...



Um ótimo fim de semana para todos!!!
Volto só semana que vem!!!

15 comentários:

  1. Não sou mãe, mas sou filha. Hoje, nessa idade, só basta uma dor de barriga e a minha mãe ainda fica ali, agoniada com o que estou sentindo.
    Acho que isso faz parte da natureza da mãe.
    bjsssss

    ResponderExcluir
  2. Linda essa mensagem da postagem. Adorei. E adorei ainda seu blog, que com carinho já estou seguindo.

    ResponderExcluir
  3. Eu não tenho filhos, mas imagino como deve ser este sentimento de mãe. Não é fácil mesmo, ainda mais na adolescência... Realmente nesta fase parece que aquele namoradinho será para sempre, você sonha ficar velhinha com ele, etc. Tudo realmente passa!
    Muitas coisas que passei na adolescência hoje eu penso: como perdi tempo meu Deus!!! Só que também sei que cresci e faz parte do amadurecimento né?
    A melhor coisa é aconselhar sem interferir mesmo, para que você se tornar a "chata"e "errada"e sim uma mãe amiga. Deve ser difíííícil, hehehe.
    Beijosss :o)

    ResponderExcluir
  4. Passando prá desejar uma ótima quinta! bjsss

    ResponderExcluir
  5. É assim mesmo quando se tem os filhos, filhos sofrem, mães sofrem juntos.
    Eternamente será assim.
    Mesmo quando precisamos cortar o cordão umbelical, fica um cordão imaginário. Não tem aquela frase: amigos para sempre? Os filhos são apra sempre, independente da idade, assim como os seus adolescentes.
    beijos
    Zizi

    ResponderExcluir
  6. Acho que as mães só conseguem ser felizes quando os filhos estão felizes. Na vida amorosa então... a cada namoradinha nova, instintivamente uma análise da garota, mas não falo. Quando não dá certo, abro o sorriso! (rs*) Dá última vez que recebi a notícia, veio logo falando "Tá feliz por quê?" hehehehe daqui não sai um "a". Eles precisam caminhar com as próprias pernas, não é?
    Bom fim de semana!! Beijus,

    ResponderExcluir
  7. Olá!
    Hoje te convido a vir participar do meu sorteio no blog: http://pequenosgrandespensantes.blogspot.com.br/2012/07/sorteio-para-comemorar-meu-niver.html Leia as regrinhas...
    Desejo boa sorte!!!
    Tenha um final de semana feliz e abençoado.
    Bjokas...da Bia!!!

    ResponderExcluir
  8. ah, Clara. é muito duro ver a dor de quem a gente ama né? seja no papel de pai, mãe, filho...como é duro. se a gente pudesse, a gente carregaria essas dores para aliviar a barra dos que amamos.

    Clara, que negocio é esse de "minhas artes". Então vc tb sabe pintar, desenhar? DEMAIS!!! é um sonho que tenho, saber pintar e desenhar, quem me dera...
    parabens Clara
    bom fim de semana! e feliz dia do amigo

    ResponderExcluir
  9. Clara, é triste ver a dor das pessoas que amamos. Ainda não tenho essa experiência de ser mãe, mas pretendo um dia!!

    Fica na Paz, amiga!!
    Feliz Dia do Amigo!!
    Tenha um Maravilhoso Fim de Semana!

    ResponderExcluir
  10. Ótimo post! Palavras verdadeiras, para uma boa reflexão... No início da postagem há um selo pelo dia do amigo!
    Por favor aceite-o! É de coração!
    Feliz Dia do Amigo!
    Estou participando do Top Blog Brasil! Posso contar com teu voto?
    Um abençoado e feliz final de semana!
    Abraço carinhoso!
    Elaine Averbuch Neves
    http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Clara

    Lindo texto.
    Ser mãe é assim. A dor que uma filha passa é só dela, mas também sofremos juntos.

    Bjs

    ResponderExcluir
  12. Boa tarde Clara! vim retribuir o carinho da sua visita e participação no meu blog. Volte sempre aquele cantinho é nosso. Améi o seu blog, lindas postagens, parabéns!! com certeza voltarei mais vezes. Postei na página de agradecimentos um mimo pra você espero que goste. Tenho selinhos, pode escolher o que gostar de lembrança, quando for lá.Abraços uma tarde abençoada.

    ResponderExcluir
  13. Oi Clara!
    Menina, pense em uma tarefa árdua, criar filhos.rsss
    Este sossego que corre a casa na hora em que eles estão dormindo dinheiro nenhum paga. Que bom seria se eles não tivessem que passar por dificuldades, sofremos em dobro.
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  14. Claríssima,
    verdade, verdade, verdade. Concordo com tudo e assino embaixo. Os meus já são adultos, ele 26, ela 21, e continuo sofrendo com as turbulências dos namoros, etc, etc.
    Bji&carinho,
    Jussara

    ResponderExcluir
  15. Clara, vim retribuir a sua amável visita lá n'O Berço, que me deixou muito feliz. Adorei as suas palavras, a sensibilidade que põe nas suas mensagens...
    Já me registei, estarei por aqui mais vezes!

    Beijinho da Ruthia d'O Berço do Mundo
    http://bercodomundo.blogspot.pt/

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!