quinta-feira, 8 de setembro de 2011

Filhos e drogas

Na novela, filhos muito bem educados, ricos, com o futuro pela frente mas que conheceram o poder das drogas
Assistindo a reprise da novela O Clone, na rede Globo, eu sempre me emociono quando a mãe chora e sofre pelo filho viciado em drogas.
Mães deveriam ter vários corações espalhados pelo corpo, porque a cada sofrimento morre um pedaço dele.
Não consigo nem imaginar e esta é uma situação que me apavora. Ninguém quer isso para um filho, claro, mas temos que conviver sabendo que hoje em dia é muito fácil ter acesso a ela. Um horror!
Hoje em dia tudo está muito fácil, começando pelo álcool. Jovens bebem cada vez mais cedo e mais e mais, até caírem na sargeta e serem carregados pelos demais, serem internados, serem mortos...
Por onde anda seu filho? Com quem ele anda?
Sabe que eu prefiro ter meus filhos e os amigos deles todos por perto. O cuidado nunca é demais, mesmo assim alguma coisa nos escapa.
Dia desses em uma festinha que minha filha organizou, um adolescente bebeu, bebeu e passou mal, tendo que ser carregado até sua casa.
Culpa dos pais? Não, claro que não. Nem sempre é assim. Apesar da pouca idade, já sabem o que fazem. Ainda estão em formação e pensam que são imortais. Não dá um desespero?
Por maior a educação, o amor e o cuidado, nunca é demais repetir sempre a mesma coisa - eles odeiam isso - mas é necessário gravar naquelas cabecinhas em formação tudo o que é bom ou ruim.
Não dá para proibir, creio eu que seria pior, mas jogar a eles todas as responsabilidades de seus atos.
Vendo essas mães chorando, sofrendo, eu sofro junto e não tenho como não me colocar no lugar delas.
Estão querendo liberar a maconha. Mas eu digo, que se depender de mim, NÃO MESMO!
Eu tenho o direito de pensar neste momento em meus filhos e não nos criminosos que enriquecem às custas do tráfico. O que tenho perto são meus filhos e todas as mães também têm os seus.
Meus filhos sabem o que é certo e o que é errado e se por infelicidade procurarem essa "fuga", sabem que arcarão com as consequências. Sabem de minha posição e sabem principalmente que não sou de passar a mão na cabeça e me fingir de morta, muito menos defender quem é culpado. Sou fria? Pode ser.
Meus filhos eu defendo como uma loba defende seus filhotes, mas apoiar um erro, apagar um erro, não!
Graças a Deus são ajuizados até onde a idade os permite. Mas não estão livres da tentação deste mundo.
E talvez eu seja tão radical por não ter passado o que milhares de mães passam vendo seus filhos se destruírem por conta das drogas.
Que Deus tenha misericórdia de todas as mães e de todos os filhos.

21 comentários:

  1. Clara, as drogas infelizmente, estão mais fáceis de serem adquiridas.
    Nas portas das escolas, ou até mesmo dentro delas, sempre há gente para fornecer.
    Orientar e ficar atenta é o mínimo que posso fazer.
    Os meus ainda são pequeninos(8 e 12), mas já estou de olho, pois há sempre alguém querendo influenciar.
    Muito bom post.
    Xeros

    ResponderExcluir
  2. Clara,é mesmo muito triste essa dependencia das drogas!Tenho um caso sério na familia e sofro muito pelos pais da pessoa, mas vejo que nao existem clinicas de reabilitaçao nesses casos,só se a pessoa for milionária.Legalizar a maconha?Nem pensar!Tb nao concordo nadinha!Bjs,

    ResponderExcluir
  3. Querida amiga
    Especialmente hoje eu vim agradecer o seu carinho no meu cantinho!
    Muito Obrigado de todo o coração!
    Abraço muito amigo!
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  4. Uma quinta feira linda pra vc. Sempre haverá um anjo zelando por você.
    Acredite.
    Renove-se. Ame-se de verdade. Agora é primavera vamos
    sentir o perfume que exalam das flores.
    Nessa primavéra linda venha comemorar comigo.
    Os meus 1000 seguidores.
    Muito simples mais deixei para você um mimo na minha postagem.
    Agradeço o carinho a mim dedicado.
    Deus abençoe você.
    Eu Amo Cada Um De vocês.
    Beijos de paz e luz.
    Evanir

    ResponderExcluir
  5. Ana Karla, ouvir o que os filhos dizem, ficar de olho nas amizades sempre e nunca deixar de ficar atento. Isso realmente é o mínimo que fazemos. Mas que medo!!!!

    Beijos, bom dia!!!

    ResponderExcluir
  6. Anne, isso destrói uma família inteira. Deus nos livre disso. Pavor, medo....
    Ficar de olho e muito amor com os filhos, sempre ouvindo o que dizem e com quem andam.

    Beijos....

    ResponderExcluir
  7. Maria Alice, eu que agradeço sua atenção. E ler palavras lindas, poemas... é um alimento necessário à alma.

    Beijos...

    ResponderExcluir
  8. Evanir, vc sempre é muito bem vinda aqui. E seu blog é lindo, lindo, lindo...
    Vou comemorar com vc sim....

    Beijos e muita luz pra vc....

    ResponderExcluir
  9. Clara,

    Isso é sempre uma grande preocupaçao de toda mãe, avó, bisavó: álccol e drogas! Seu texto já é bastante claro! Que tenhamos a ventura de nunca ver nossos filhos, netos e bisnetos trilhando esse caminho.

    Girassóis nos seus dias.
    Beijos

    ResponderExcluir
  10. É Clara, não é fácil toda essa situação. Concordo com tua crônica. Que Deus nos proteja, que nós, mães sejamos fortes, educadoras!
    E tenhamos muitos corações, pois está fora de controle.
    Abraços,

    P.S.:meu marido gostou do teu anjinho gótico...rsss

    ResponderExcluir
  11. Oi Clara!

    A gente apoiando, conversando, sempre por perto é bem melhor... Com certeza suas atitudes farão diferença no futuro deles...

    Beijãooooooooooo

    ResponderExcluir
  12. Celina, vendo vc falar em bisavó... Deus do céu... ter uma bisavó que tem glog e que tecla na internet deve ser o máximo!
    Que orgulho de sua família!!!

    Beijos, beijosssssss

    ResponderExcluir
  13. Sandra, eu coloquei o anjinho porque eu digo que sou um doce de pessoa, mas não mexa comigo que eu mudo de cor rapidinho. rssssss
    Que Deus nos proteja sempre!!!!

    Beijossssss

    ResponderExcluir
  14. Bia, hoje em dia tá muito estranho a família. Ninguém mais tem tempo pra cuidar do principal que é a conversa, o carinho, o cuidado...
    Aí fica difícil controlar.

    Como tá aí? Calor????
    E o peixe assado??? hmmmmmmmmmm!!!

    Beijossssss

    ResponderExcluir
  15. Querida amiga
    Especialmente hoje eu vim agradecer o seu carinho e apoio ao meu trabalho!
    Muito Obrigado de todo o coração!
    Abraço muito amigo!
    Maria Alice

    ResponderExcluir
  16. Maria Alice, Bem vinda de novo!!! rsrsrsrs

    Beijosssss

    ResponderExcluir
  17. Clara,passando para agradecer o carinho de sua postagem do meu livrinho por aqui!Bjs,

    ResponderExcluir
  18. Oi Clara!
    Um post excelente! Falou com o coração! Õ mundo está tão violento, são tantos perigos que nós pais ficamos inseguros diante do futuro. As drogas e quem circula com elas estão a procura por mais lucros e em qualquer idade os jovens são um alvo bem vulnerável, mas só podemos confiar nos nossos conselhos e na firmeza de nossos filhos. Que Deus nos proteja!
    Beijinhos!

    ResponderExcluir
  19. Valéria, nós ficamos apavorados, né... Mas o melhor caminho é a conversa, a insistência em repetir todos os dias as mesmas coisas e o carinho, a compreensão...
    Mas que dá medo, dá...
    Que Deus nos proteja mesmo.

    Beijossssss

    ResponderExcluir
  20. Um tema que apavora todas mãe e pais...Orientar o mais possível, mostrar caminhos e ser amigos. Senão os outros o serão...beijos,tudo de bom,chica

    ResponderExcluir
  21. Chica, dá pavor só de pensar nisso.
    Nós como pais temos que ser mais fortes do que as tentações da rua..

    Beijos....

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!