quarta-feira, 25 de maio de 2011

Rebimboca da parafuseta


A internet é fantástica... e medonha!
E olhe que eu comecei lá no século passado, na década de 80, quando ainda nem existia o Windows e muito menos Bill Gates. E rede era somente com bancos, pra ver saldos, extratos e passar raiva, muita raiva com o acesso discado que caía toda a hora e o chefe não entendia.
Eu tenho saudades daquele tempo... Tancredo acabara de ser eleito presidente pela democracia e... morreu! Um mistério até hoje. E justamente nesse dia também foi o meu primeiro dia de trabalho em que meu salário triplicou.
Voltei pra casa por causa do feriado forçado - coitado - e tive que aguardar até o outro dia pro batente.
Fui contratada como auxiliar contábil. E ainda naquele tempo usava máquina elétrica IBM... uma delícia, com errorex e tudo que se tinha direito, simplesmente um luxo.
Depois de um tempo implantaram o CPD (Central de Processamento de Dados). Fizeram uma salinha separada com ar condicionado, telefone com linha própria e dois PCs de última geração.
Uma funcionária também novata e eu fomos "escolhidas" pra trabalhar naquele paraíso... causou inveja em muita gente que fazia anos trabalhava lá. Mas, fazer o quê, né?
Me lembro de Tanaka, um senhor sansei, nisei, não sei, só sei que era japonês e muito simpático.
Ficava observando os detalhes de cada gesto dele... bem minucioso... paciência de Jó... pronto! Instalado.
E lá vai Tanaka ensinar pras beldades como fuçar naquilo. Adorei de cara!
A linguagem era DOS (será que alguém sabe o que é DOS?) e pra copiar tinha os disketes que não podia colocar a mão no quadradinho senão perdia os dados todos. Depois mais tarde surgiram os disketes menores e mais fechadinhos, difíceis de perder os dados. E se perdesse os dados, perdíamos tudo quando dava problema no PC.
Também tinha o EDIT pra editar textos:
EDIT "Ata da reunião"
EDIT "Dia 25 de maio de 2011"
EDIT " "
E por aí vai...
Mas eu adorava, tinham os programadores que davam suporte, os técnicos responsáveis pelo conserto do PC, eu e a outra menina como Operadoras de Computadores. Chique na época. E eu me tornei craque. Autodidata. Fuçava em tudo.
E agora como tudo é só dar um clique eu me perco toda... Tenho que ir e voltar várias vezes até entender do que se trata. Bendito Google. Digo que estou no ensino fundamental em matéria de internet. Mas chego lá. É tudo fantástico e tenebroso. Como repercute tudo e absurdamente rápido e muita coisa completamente sem noção. Depois que cai na rede, já era, fica marcado pra sempre.
Estou caminhando, com muito cuidado e muita curiosidade. Eu chego lá!

4 comentários:

  1. ahahahah eu tb usei esses pcs de tela verde, disquete mole e grandão(e como vc falou, se colocasse o dedo já era rs)...os meus estragavam sempre, pq tb não podia dobrar nem um pouquinho ne.

    e tudo era por comando, via Dos.

    mta coisa tb me perco... help google!

    adorei o texto!
    bom dia

    ResponderExcluir
  2. O chefe nunca entendia porque tantos disquetes estragavam... Sempre levava bronca dele, rsrsrsrs
    Bom dia pra vc tbm.

    ResponderExcluir
  3. Oi Claaaara!
    Adorei seu texto. Tem história, bom humor e é espirituoso. Tem todos os elementos para prender um leitor. Então por que vc não escreve 1 ou alguns (pode ser romance, infantil, ficção, etc)? Não esqueça (você já sabe disto) que "evoluir é fácil - difícil é querer evoluir".
    Então boa sorte em sua vida e em seus projetos.

    P.S. Quando publicar seu livro (estou forçando a barra, rsss), poste no seu blog, faço questão de comprar 1 e indicar prôs amigos e amigas.

    ResponderExcluir
  4. Olá, anônimo....

    Daqui uns dias sai um livro com 2 contos meus... É uma coletânea de contos de novos autores. Vou colocar no blog sim, pra todos verem.
    E tenho planos de um livro sim, mas esse fica pro ano que vem. Ainda estou elaborando.

    Muito obrigada por seu gentil comentário!
    É bem vindo por aqui!
    Beijos

    Se vc der uma fuçada por aqui, vai encontrar alguns contos meus... divirta-se!

    ResponderExcluir

Olá, seja bem vindo e deixe seu comentário!

Eu os responderei por aqui mesmo ou por email, se achar necessário.

São muito bem-vindos, sempre!